O astronauta Don Petit, da Estação Espacial Internacional, parece que está se divertindo muito com a ausência de gravidade. Como não existe nenhuma força empurrando as coisas por lá, ele resolveu brincar com bolhas d’água e conseguiu colocar umas dentro das outras.

A experiência de Petit é comprovada através do vídeo acima. Nele podemos ver bolhas grandes dentro de outras bolhas, que ficam muito tempo sem estourar. O astronauta aproveita para inserir várias bolhas dentro de outras bolhas para ver o resultado.

A grande dúvida da experiência é: porque as bolhas de ar que ficam dentro da bolha d’água permanecem girando no seu interior, ao redor do centro? Segundo o site io9, para entendermos a resposta precisamos compreender que não estamos vendo apenas uma gota, mas sim uma centrífuga.

A tensão superficial da gota não precisa lidar com a força gravitacional, o que mantém as gotas de ar juntas, girando como se estivessem em uma centrífuga.

A razão pela qual temos centrífugas em laboratórios é separar os materiais. O material mais denso permanece na parte exterior da centrifuga, enquanto o material mais leve é empurrado para o centro. Como sabemos, a água é mais densa que o ar. E é isso o que acontece nessa experiência: as bolhas são empurradas para o centro da gota.

*Publicado em 23/04/2012

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.