(Fonte da imagem: Reprodução/NASA)

Assim como nós, o telescópio espacial Hubble também não consegue “olhar” diretamente para o Sol sem sofrer danos. É por essa razão que os cientistas da NASA pretendem observar a passagem de Vênus diante desse astro usando a Lua como espelho.

Segundo informações publicadas pela agência espacial, o trânsito deve ocorrer entre os dias 5 e 6 de junho, e os astrônomos vão direcionar o telescópio para a Lua com o objetivo de capturar a luz solar que passará através da atmosfera de Vênus e será refletida pelo satélite. Com isso, eles esperam descobrir mais informações sobre a atmosfera do planeta.

Essa técnica já é utilizada pelos astrônomos para coletar informações sobre a atmosfera de planetas gigantes localizados fora do nosso sistema solar. A observação agendada para junho servirá para comprovar se essa técnica poderá ser utilizada na detecção de planetas como a Terra em outras galáxias, as quais refletem a luz de forma bastante debilitada devido à sua distância.

O Hubble capturará imagens da Lua durante sete horas — antes, durante e depois da passagem de Vênus diante do Sol — para que os astrônomos possam comparar as informações coletadas. Esse período é necessário porque as informações espectrais da luz solar, com comprimentos de onda que variam do ultravioleta ao infravermelho, serão extremamente débeis. A próxima passagem de Vênus diante do Sol deve ocorrer apenas em 2117.

Fonte: NASA