(Fonte da imagem: Reprodução/National Geographic)

Astrônomos dinamarqueses fizeram uma doce descoberta. Eles encontraram moléculas de açúcar dispersas em uma nuvem de gás flutuando ao redor de uma estrela localizada a aproximadamente 400 anos-luz da Terra, em uma região conhecida como Rho Ophiuchi, onde se pode observar a formação de estrelas.

De acordo com a National Geographic, as moléculas detectadas no espaço constituem a forma mais simples de açúcar — ou carboidratos formados por átomos de oxigênio, hidrogênio e carbono —, sendo conhecida como glicolaldeído.

Doce descoberta

Esse composto normalmente é encontrado no nosso planeta na forma de um pó branco inodoro e, apesar de não ser utilizado para adoçar alimentos, os cientistas acreditam que ele tem um importante papel nas reações químicas que dão origem ao RNA, uma biomolécula presente em todas as células vivas.

Embora não seja a primeira vez que açúcares são encontrados no espaço — astrônomos já acharam esses compostos em outras duas ocasiões —, essa é a primeira vez que esses elementos são observados tão próximos a uma estrela parecida com o Sol. Além disso, apesar de não comprovar a existência de vida no espaço, a descoberta prova que os blocos essenciais para o seu surgimento podem ser encontrados até mesmo em planetas ainda em formação.

Fonte: National Geographic