Cometa que brilha mais do que a Lua já pode ser visto
1.560
Compartilhamentos

Cometa que brilha mais do que a Lua já pode ser visto

Último Vídeo

Prepare o zoom da câmera, invista em um telescópio novo e espere pelo evento astronômico que tem deixado muita gente por aí com crises de ansiedade. Não sabe do que estamos falando? Então vamos lá: o cometa C/2012 S1, conhecido também como ISON, passará pela órbita da Terra durante o final do mês de outubro e em novembro. O nome foi dado porque o corpo celeste foi descoberto por astrônomos do observatório ISON, na Rússia.

Vai ser a primeira vez que o cometa passará por aqui, e alguns astrônomos acreditam que ele vai acabar sendo destruído quando colidir com o Sol, no dia 28 de novembro. E por que esse cometa tem gerado tanto burburinho? Bem, porque ele poderá ser facilmente visto por nós, afinal, algo que brilha mais do que a Lua não deve passar despercebido.

Já começou

Primeira imagem feita no Brasil, por astrônomos de Fortaleza. Fonte da imagem: Reprodução/G1

Se você quiser observar o cometa melhor, o dia mais favorável vai ser 5 de novembro – com ou sem telescópio, você conseguirá vê-lo. A melhor visualização é causada pela proximidade do corpo celeste com o Sol, o que vai facilitar a visualização sempre antes do amanhecer.

Após o encontro com o Sol, o cometa “apagará” aos poucos, sendo que depois do dia 20 de dezembro ele terá desaparecido por completo. Quem estiver no hemisfério norte terá mais facilidade para observar o fenômeno.

O portal G1 divulgou, há pouco, a primeira imagem (acima) do cometa feita no Brasil, por astrônomos de Fortaleza, no Ceará, na madrugada de terça-feira (15). Para entender melhor a trajetória feita pelo corpo celeste, confira o vídeo abaixo:

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.