Fonte da imagem: Reprodução/AfroReggaeÉ Carnaval! A alegria toma conta dos brasileiros, as cidades se enchem de turistas e os blocos desfilam colorindo e animando as ruas. No entanto, quanto mais vazias as garrafas ficam, as pessoas têm mais vontade de urinar e, infelizmente, acabam fazendo isso nas ruas. Essa questão é tão grave que já é considerada um dos principais problemas do Carnaval carioca.

Pensando nessa situação, o grupo AfroReggae resolveu promover um novo tipo de solução para o problema: o trio elétrico do grupo será movido a urina. Não, você não leu errado. A novidade é fruto de uma parceria do conjunto musical com a agência de publicidade JWT e consiste em um motor que é alimentado por urina — bem como descrito no fluxograma acima.

Vários mictórios especiais serão disponibilizados pelo trajeto do trio na cidade do Rio de Janeiro, com o intuito de coletar o xixi. Depois, o fluxo da urina é usado como uma espécie de canal de força para mover o dínamo do urinol, que transforma propriamente o líquido amarelo em energia. Essa energia é armazenada nas baterias que são usadas para sustentar o som do veículo festivo.

A iniciativa sem precedentes no Carnaval brasileiro pretende reduzir o problema do mau cheiro e evitar as detenções causadas pelo flagrante de quem urina na rua (sim, isso é crime!). De acordo com a reportagem da revista Galileu, um internauta questionou se o procedimento realmente funciona na página oficial do AfroReggae. O grupo garantiu ao rapaz que tudo foi devidamente testado pelo fabricante e funcionará muito bem.

Problema antigo

Fonte da imagem: Reprodução/YouTubePara quem não conhece ou não se lembra, também há um comercial exibido em rede nacional alertando a população para não utilizar as ruas para aliviar a bexiga. Vamos fazer no trio elétrico ou no banheiro, minha gente!