Conheça a história do homem mais velho do mundo, nascido no século XIX
126
Compartilhamentos

Conheça a história do homem mais velho do mundo, nascido no século XIX

Último Vídeo

Depois da morte de James Emmanuel Sisnett, um dos homens mais velhos do mundo na última quinta-feira, dia 23, aos 113 anos, o único homem nascido no século XIX e ainda vivo é o japonês Jiroemon Kimura, com 116 anos.

Em compensação, de acordo com pesquisa divulgada no portal The Sydney Morning Herald, ainda existem 21 mulheres nascidas antes da noite de Ano-Novo de 1901. A maioria dessas mulheres vive nos EUA e no Japão, mas algumas estão também no Canadá e em alguns países da Europa.

Supercentenário

Fonte da imagem: Reprodução/TokyoTimes

Ainda assim, apesar de ter 21 mulheres para disputar a concorrência com o supercentenário do mundo, Kimura ainda é o ser humano mais velho, tendo nascido em 19 de abril de 1897. O termo supercentenário é dado a pessoas que vivem ou viveram por mais de 110 anos – a estimativa é de que existam entre 200 e 300 pessoas acima dos 110 anos de idade atualmente, embora apenas 60 delas tenham documentos que comprovem suas datas de nascimento.

Um desses supercentenários capazes de provar a sua idade é Kimura, que viveu durante o reinado de quatro impérios japoneses e viu 61 primeiros ministros no governo de seu país. Kimura aposentou-se aos 65 anos, em 1962, depois de trabalhar por 45 anos no correio do Japão. Ele agora vive com a nora, já viúva, de 83 anos. Ele atribui sua vida longa à sua dieta, feita à base de pequenas porções de comida, e admite passar agora a maior parte do seu tempo deitado. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.