65
Compartilhamentos

Procurando emprego? Então não cometa estes 7 erros de linguagem corporal

Equipe MegaCurioso

1 – Não fazer contato visual

Em termos de contato visual, é fundamental que o candidato à vaga de emprego saiba equilibrar as coisas. Encarar freneticamente a pessoa que está entrevistando você não é bom, óbvio, mas também é ruim evitar qualquer tipo de contato visual, já que isso demonstra insegurança, mentira ou despreparo – convenhamos: não é esse tipo de mensagem que você gostaria de passar. O segredo é balancear as coisas.

2 – Ficar com a cara fechada o tempo todo

De novo, uma questão que tem a ver com equilíbrio. Não se trata de implantar uma máscara de Coringa no rosto, mas de sorrir amigavelmente e demonstrar simpatia. Pessoas que sorriem passam a mensagem de que são confiantes, abertas, calorosas e cheias de energia. Além disso, nosso cérebro está adestrado para nos fazer rir quando alguém nos sorri, o que vai fazer com que candidato e entrevistador se sintam mais à vontade e a conversa seja mais agradável.

3 – Não parar de bater algum objeto contra a mesa

Digamos que você pegue uma caneta e fique batendo o objeto contra a mesa incansavelmente – dá ou não dá a impressão de que você está morrendo de tédio ou simplesmente não tem o menor interesse na conversa? Lógico que dá! O ideal é manter as mãos sobre mesa enquanto faz a entrevista – não que você tenha que ficar sem se mexer, obviamente, mas já é um sinal que indica respeito.

4 – Ter uma postura desleixada

Você está fazendo uma entrevista de emprego, não está no sofá da casa da sua avó depois de se empanturrar em um almoço de domingo. É preciso se sentar com a coluna ereta, com as pernas fechadas ou cruzadas e sem parecer que a qualquer momento você pode entrar em sono REM.

Isso vale também para o momento anterior à entrevista, quando você aguarda pelo entrevistador na sala de espera do local. Sentar-se de maneira adequada tem efeitos psicológicos também: isso faz com que seu cérebro receba mensagens de autoconfiança e força.

5 – Ficar se mexendo demais na cadeira

Não seja aquela pessoa que balança as pernas o tempo todo, bate as mãos no joelho, cruza e descruza as pernas sem parar, fica mexendo no cabelo ou fazendo qualquer movimento repetitivo e irritante. Isso demonstra falta de poder.

6 – Cruzar os braços em frente ao peito

Esse gesto, ainda que comum, demonstra que a pessoa está reservada, desconfortável e sem interesse. O certo é sempre deixar as mãos visíveis para a pessoa com quem você está falando. O motivo é que, inconscientemente, quando uma pessoa não vê suas mãos, ela fica imaginando o que você está escondendo dela.

7 – Ter um aperto de mão fraco demais

Talvez você nunca tenha reparado nisso, mas apertar a mão de uma pessoa que mal toca seus dedos é estranho. A impressão que se tem é de que o indivíduo está nervoso, envergonhado, sem confiança e sem a mínima vontade de interagir. Um aperto de mão ideal é aquele em que há o toque das palmas das mãos e uma pressão que seja média – também não vale machucar o outro, hein!

***

Você gostou dessas dicas? Acha que elas fazem realmente diferença na hora de conseguir um emprego? Conte para a gente nos comentários!

*Publicado em 20/10/2016

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER