(Fonte da imagem: iStock)

Um estudo, realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, mostrou que as pessoas percebem os indivíduos empunhando armas de fogo como sendo maiores e mais fortes que aqueles segurando outros tipos de objetos.

Os pesquisadores pediram que 600 voluntários respondessem a questionários nos quais tinham que dizer quem acreditavam ser maior e mais forte: uma pessoa empunhando uma arma de fogo ou uma pessoa segurando uma ferramenta.

Para isso, os participantes do estudo observaram fotos apenas das mãos de homens segurando armas de fogo ou ferramentas como furadeiras e serras. Todas as imagens eram de mãos de indivíduos brancos, com tamanhos semelhantes e sem nenhum tipo de tatuagem ou marcas visíveis.

Maiores e mais malvados

Os pesquisadores descobriram que os homens empunhando armas de fogo foram percebidos como sendo, em média, 17% maiores e mais fortes que os indivíduos segurando ferramentas, independente do fato de que algumas delas, na verdade, requeiram mais força física para serem manuseadas do que uma arma de fogo.

O estudo, que tinha como objetivo entender como os indivíduos tomam decisões em situações nas quais pode ocorrer um conflito violento, concluiu que, na verdade, “quem” aumenta a força física e as dimensões da ameaça potencial é o nosso instinto de sobrevivência. Ele age tentando fazer com que o inconsciente entenda que o indivíduo empunhando a arma é mais forte, portanto, mais difícil de ser vencido no caso de luta.