(Fonte da imagem: Reprodução/LifeHacker)
Para a grande maioria das pessoas, confiança e sucesso são adquiridos com prática e com esforço. Mas mesmo estar no topo de sua carreira não é garantia que você estará se sentindo confortável consigo mesmo, principalmente no que diz respeito ao seu papel profissional. Calma, não é preciso pânico, pois isso é muito mais comum do que se pode imaginar.

A chamada “síndrome de impostor” é um sentimento comum a muitas pessoas, inclusive famosas, cujos principais sintomas são a sensação de estar vivendo uma vida fraudulenta e o medo de que ela possa ser desmascarada a qualquer momento. “Há inúmeras celebridades que sofrem dessa síndrome, como Tina Fey, Maya Angelou e Sheryl Sandberg, que já admitiram publicamente a sensação de serem impostoras”, diz Caroline Dowd-Higgins, da Indiana University Maurer School of Law.

A principal indagação de quem passa por essa síndrome é “como eu faço isso parar”. De acordo com Dowd-Higgins, essa é a questão errada. A pesquisadora sugere que a pessoa aproveite para curtir o momento na colocação mais alta em que ela estiver — na popular “crista da onda”. A diretora de carreira da IUMS cita o trabalho da Dra. Valerie Young (que escreveu um livro sobre essa síndrome) dizendo: “Quando você se sente em um extremo de poder e competência, reconheça-se pelo seu mérito”.

Agora que eu vou aproveitar mesmo! (Fonte da imagem: Repodução/lolftw)

Então, se algumas vezes você se sente como um impostor, não é preciso criar pânico. Você não é a única pessoa do mundo a pensar assim e, provavelmente, você está errado sobre seus medos. Tudo o que você precisa fazer é parar de pensar nisso e aproveitar seu esforço.

Fontes: The Huffington Post, Lifehacker