Descubra por que adolescentes são impulsivos e agressivos
174
Compartilhamentos

Descubra por que adolescentes são impulsivos e agressivos

Último Vídeo

Se tem uma verdade universal – ou pelo menos algo que acreditamos ser verdade universal – é o fato de que a adolescência é realmente uma fase difícil, cheia de conflitos, medos, curiosidades e questionamentos. Tudo isso faz dessas pessoas em fase iniciante de vida seres incompreendidos e, consequentemente, ariscos e revoltados.

Esse comportamento típico da adolescência tem muito a ver com a forma como o cérebro humano amadurece. Uma pesquisa divulgada pelo Daily Mail revelou que as conexões cerebrais dos adolescentes são diferentes, o que colabora para a falta de paciência e o temperamento mais arisco.

A base da pesquisa foi justamente a análise de duas teorias que explicariam por que adolescentes são impacientes e impulsivos. A primeira teoria é a de que, na adolescência, as atitudes mais efetivas são motivadas por uma recompensa rápida. A segunda é a de que adolescentes pensam menos sobre o futuro e mais a respeito do tempo presente.

Será?

Para avaliar a veracidade de cada uma dessas ideias, 50 pessoas com idades entre oito e 25 anos responderam à pergunta: é melhor receber pequenos salários agora ou maiores no futuro? No final das contas, os que escolheram os pequenos salários agora são também os mais impacientes e, olha só, estão na adolescência.

Ao que tudo indica, a preocupação dessas pessoas com o futuro chega à medida que ficam mais maduras. Já no quesito relacionado com as recompensas, o que se notou é que jovens adultos e adolescentes se diferem em poucos aspectos.

Ressonâncias magnéticas revelaram que, no caso dos adolescentes, há um mecanismo cerebral bastante ativo e que está relacionado com a tomada de decisões. Nesse sentido, ficou claro que a impulsividade aumenta na medida em que o número de conexões neurais na parte pré-frontal do córtex cerebral cresce.

De acordo com os pesquisadores, essas imagens que relacionam o comportamento às áreas cerebrais mais ativas nos sugerem que a diminuição da impaciência está ligada com o aumento de autocontrole, não de sensibilidade ou de recompensa.

Ainda que a impulsividade na adolescência seja algo natural e presente em quase todas as pessoas que passam pela puberdade, é preciso lembrar que ela pode trazer consequências mais sérias. Há mais adolescentes envolvidos em casos de abuso de álcool e drogas, por exemplo, do que adultos.

Isso acontece, em partes, porque nessa idade o acesso a drogas, álcool e situações de risco é realmente maior. Nesse sentido, a impulsividade desempenha um papel realmente perigoso, e por isso é fundamental que haja diálogo em casa e também nas escolas.

*Publicado em 29/6/15

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.