Você sabe dizer o que é bonito?

15/08/2011 às 14:263 min de leitura

A revista americana Allure é a responsável pela pesquisa intitulada The Allure Beauty Survey. O estudo foi realizado para comemorar o aniversário de 20 anos da revista, mas, além disso, o objetivo era comparar as respostas com uma pesquisa bastante parecida que eles haviam feito 20 anos antes – e os resultados são surpreendentes.

O fim dos padrões de beleza

No novo estudo, dois mil americanos – sendo mil mulheres e mil homens – entre 18 e 59 anos responderam a um questionário que a revista disponibilizou em um site. O resultado que mais chama atenção na comparação das respostas é que é possível concluir que não existe mais um “padrão de beleza” admirado por todos os americanos. A revista supôs e os entrevistados concordaram (87% das mulheres e 82% dos homens) que isso se deve ao grande aumento da diversidade de raças nos Estados Unidos.

Isso significa que a famosa Barbie – loira, magra, de olhos azuis, nariz empinado e seios fartos – não é mais a definição de mulher bonita para os americanos. Mas isso não quer dizer que uma mulher com essas características deixou de ser bonita por completo, o que aconteceu nos últimos anos é que ela não é mais a única. Agora, tanto a loira, quanto a morena ou a negra tem igualmente o estatuto de ícones de beleza.

Para verificar se isso era verdade, a Allure mostrou a seus entrevistados fotos de modelos do mundo todo, de várias raças e etnias. E, correspondendo aos resultados da pesquisa, os voluntários elegeram uma modelo de origem latina como a mulher mais bonita. Já as voluntárias escolheram para o posto de homem mais atraente um modelo descendente de indianos.

Mas eu sou bonita?

O estudo também sondou a opinião dos entrevistados quanto à importância da beleza e se os participantes estavam satisfeitos com seus corpos de acordo com as cobranças impostas nos dias de hoje. Para surpresa de todos, metade dos entrevistados afirmou que a aparência é o fator mais fundamental ou um fator bastante importante quando se fala em atrair alguém do sexo oposto. Quanto à cobrança, 91% das mulheres e 83% dos homens afirmam que se veem obrigados a se cuidarem muito mais hoje em dias do que se compararmos com alguns anos atrás.

Quando o assunto era aquela parte do corpo que incomoda um pouco mais, homens e mulheres foram cruciais em responder que gostariam de ter a barriga chapada. As mulheres ainda afirmaram que se pudessem mudariam o peso, as coxas, o bumbum e os seios, nesta ordem. Por outro lado, os homens se preocupam mais com características físicas que podem fazê-los parecer mais poderosos e atraentes. Para eles, o peso, o peito, o cabelo e a altura são o que mais preocupa – sendo que, de acordo com especialistas, um homem calvo ou de baixa estatura não passa confiança e masculinidade.

Outro fator que 70% dos entrevistados revelou é que gostaria de alterar é a cor da pele. Eles preferem ter a pele mais escura do que o atual. Essa característica fica ainda mais evidente entre as mulheres. E elas ainda ter mais um fator que exige cuidados especiais: o envelhecimento. Entre as mulheres de meia-idade, 40% delas se preocupa com o envelhecimento. Já entre aquelas que ainda não 85% afirmaram que vão tomar providências para prevenir o envelhecimento. Mas que tipo de providência elas cogitam? Desde exercícios físicos e cremes até, se necessário, tratamentos estéticos a laser ou cirurgias plásticas.

A beleza da mulher


Christie Brinkley. Fonte: Getty Images

Com toda essa mudança nos padrões é interessante notar o que os homens passaram a admirar em comparação com os homens entrevistados 20 anos atrás.

Entre os negros e hispânicos estão dando duas vezes mais atenção ao bumbum feminino. Eles costumavam apreciar mais efetivamente os seios, enquanto a atenção no bumbum era mais aparente entre os brancos. Em termos de preferências, 45% dos negros e hispânicos afirmaram que o bumbum é a parte mais bonita do corpo de uma mulher e os brancos (28%) concordaram.


Angelina Jolie. Fonte: Getty Images

E os americanos mostraram que estão apreciando mais aquilo que os brasileiros já demonstravam interessa há tempos. No geral, 91% dos homens entrevistados afirmaram que quanto mais curvilíneo for o bumbum feminino, mais bonito ele será. E sabe o que mais? As mulheres concordaram plenamente com a opinião masculina.

Na primeira pesquisa realizada pela Allure, os entrevistados foram requisitados a escolher um ícone de beleza. Há 20 anos a eleita foi Christie Brinkley – o melhor exemplo da loira de olhos azuis. Hoje, o ícone da vez é Angelina Jolie – mulher de grandes formas, cujos lábios são objeto de desejo masculino e modelo para muitas mulheres no mundo todo. Na pesquisa, 9% dos homens e 14% das mulheres concordaram que Angelina pode ser considerada um exemplo de beleza perfeita.

Dizem que os números não mentem

Obviamente, muitas respostas que homens e mulheres apresentaram na pesquisa foram diferentes, mas também foi possível encontrar algumas semelhanças. Observe em que pontos homens e mulheres concordam quando se trata dos padrões de beleza no mundo e na sociedade em que vivemos hoje:

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: