Cuidado com o que você anda lendo sobre o sexo oposto

07/07/2011 às 16:492 min de leitura

Andando pelas livrarias, é possível encontrar inúmeros livros que prometem fornecer respostas para pelo menos algumas das milhares de perguntas que as mulheres têm a respeito do sexo oposto. É difícil resistir a sinopses que afirmam saber do que eles gostam, o que eles querem e como conquistá-los.

As dicas também parecem ser a solução para os problemas de relacionamento. No livro Direto ao Ponto – Como encontrar, segurar e entender os homens (Steve Harvey, editora Agir), o autor dá um conselho para a hora certa para a primeira vez acontecer.

Segundo ele, é preciso que as mulheres esperem 90 dias antes de ter a primeira noite de amor com seu parceiro. Assim, Harvey afirma que o gato estará definitivamente conquistado.

Alguns escritores, no entanto, são menos otimistas. A jornalista inglesa Zoe Strimpel, que lançou recentemente “Afinal, o que querem os homens?” (editora Gente) relata em seu livro apenas histórias de amor que não deram certo. No decorrer da publicação, ela traz a visão deles (nem sempre animadora) sobre temas como aversão a mulheres bem-sucedidas, sexo no primeiro encontro e medo de compromisso.

A perspectiva de “Mulheres são loucas, homens são estúpidos” (editora Agir) é ainda pior. Segundo os autores Howard Morris e Jenny Lee, eles são eternos imaturos e cabe às mulheres a tarefa de guiá-los.

Assim, ao ler livros como esses, muitas acabam se desiludindo do universo masculino e optando por outros livros, por exemplo, “Como ser solteira”, de Liz Tuccillo (editora Record).

Porém, essa não é a decisão certa a tomar. Generalizar que homens são todos iguais e que possuem as mesmas qualidades e defeitos impede-a de ver a realidade com clareza para que você possa construir novos e duradouros relacionamentos.

Nem todos nasceram com medo de compromissos e barreiras emocionais. O ambiente em que o homem vive e as influências que ele recebe ao longo da vida criam indivíduos diferentes, independente do que qualquer especialista possa afirmar.

Por isso, da próxima vez que precisar de respostas sobre o sexo oposto, busque sim um bom livro. Mas não se esqueça de dar uma pausa na leitura para analisar cuidadosamente o que é possível colocar na prática daquilo que é dito na teoria.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: