Brasileiros preferem encontros às escuras a baladas

24/10/2012 às 15:002 min de leitura

Fonte: Thinkstock

De acordo com pesquisa do Target Group Index – feita pelo Ibope Mídia nas regiões metropolitanas e no interior do Sul e do Sudeste do Brasil – a capital paulista possui a maior concentração de pessoas que ainda não encontraram um relacionamento estável, somando 5,5 milhões de pessoas. Os dados revelam que os solteiros representam quase um terço dos 56 milhões de adultos do País e têm, em média, 30 anos.

Embora São Paulo seja um ponto de encontro tanto para negócios como para lazer, muitos executivos se dedicam tanto ao trabalho que se esquecem de interagir com outras pessoas. E, as baladas que antes serviam de fuga para se relacionar, já não estão agradando os solteiros mais maduros.

É isso que aponta um levantamento recente da Table For Six, empresa especializada em reunir executivos. Com encontros semanais em bares e restaurantes de São Paulo, o clube reúne sócios com perfis semelhantes em jantares intimistas, realizados às cegas.

“O Table for Six nasceu de um projeto muito bem sucedido nos Estados Unidos, que auxilia pessoas solteiras a retomarem a vida social”, explica o fundador do clube, Ricardo Caldas. O executivo revela que grande parte dos novos associados tem deixado de lado a noite paulista e estão em busca de relacionamentos mais consistentes. “Colhemos muitos depoimentos nos últimos dias e a grande maioria mostrava uma insatisfação em relação à ‘vida na balada’”, acrescenta Ricardo.

O empresário explica que o Table for Six não foi criado apenas para quem está à procura de um relacionamento sério; ele também serve para ampliar o círculo de amigos ou até mesmo expandir o networking. “Por isso todos os eventos são realizados com aproximadamente seis pessoas”, completa ele.


Fonte: Thinkstock

A empresa possui cerca de 300 clientes no País, a maioria no Estado de São Paulo. Para se tornar um membro, alguns pré-requisitos são necessários: renda mensal de aproximadamente 20 mil reais e nível cultural superior. O investimento por parte do consumidor é, em média, inferior a 300 reais por mês. Curiosamente, 60% das pessoas cadastradas são mulheres.

Para facilitar o entrosamento dos associados, os encontros do clube são sempre acompanhados por uma hostess, que recebe os participantes no local do encontro, apresenta uns aos outros e se assegura de que estão todos confortavelmente acomodados e cientes do código de conduta, já que o clube garante sigilo total aos participantes.

“Sabemos que os associados ficam mais relaxados quando se deparam com um grupo de pessoas com as quais se identificam, por isso a necessidade de organizar eventos de acordo com os diversos perfis de pessoas. É dessa forma que os associados se divertem e deixam seu melhor lado vir à tona, tornando-se mais atraentes e interessantes”, complementa Caldas.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: