7 maldições da Copa do Mundo que ainda persistem
253
Compartilhamentos

7 maldições da Copa do Mundo que ainda persistem

Último Vídeo

A Copa do Mundo está chegando à sua reta final e, depois de todas as surpresas que presenciamos ao longo do campeonato— assim como desclassificações precoces, decepções e derrotas —, existem algumas maldições futebolísticas que acabaram se confirmando. Aliás, teve até maldição nova aparecendo para assombrar os torcedores!

E, mesmo que você não credite nessas coisas, confira a seguir sete maldições da Copa do Mundo — selecionadas a partir de um divertido artigo publicado pelo pessoal do UOL, com uma adiçãozinha aqui do Mega Curioso — que ainda persistem:

1 – Nada de ganhar a Copa das Confederações

Como você sabe, a Copa das Confederações é uma espécie de “teste” que antecede o mundial de futebol, e reza a lenda que quem vence esse campeonato não leva a taça para casa. Pois, confirmando o que aconteceu em 1997, 2005 e 2009, a seleção brasileira, que saiu ganhadora em 2013, terminou a edição da Copa do Mundo de 2014 com as mãos abanando. O mesmo aconteceu com a seleção da França em 2001.

2 – Nem a Copa América

Em toda a história da Copa Mundo, jamais aconteceu de o time detentor da Copa América sair do mundial de futebol com a taça nas mãos. Neste caso, quem caiu vítima dessa maldição foram os uruguaios, atuais campeões da competição.

3 – Ter o melhor jogador do mundo no time não é bom

Existe uma maldição relacionada com os jogadores eleitos como os melhores do mundo e que participam da Copa. Pois, como você sabe, nesta edição do mundial de futebol quem detinha esse título era Cristiano Ronaldo, cuja seleção foi desclassificada ainda na fase de grupos. O mesmo aconteceu com vários outros, como Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo e até o Messi!

4 – O Pelé ainda é um péssimo vidente

Lembra que publicamos uma matéria sobre as previsões furadas que Pelé já fez em Copas do Mundo? Pois o Rei do Futebol anteviu que o Brasil chegaria à final do mundial e, como explicamos na notícia, essa previsão era péssima para a seleção. Portanto, para variar, Pelé errou novamente e confirmou que seus presságios são como maldições.

5 – Mick Jagger continua dando azar!

Você deve se lembrar da fama que o cantor britânico ganhou durante a Copa que ocorreu na África do Sul de ser azarento, já que estava presente na torcida quando a Inglaterra foi eliminada e o Brasil perdeu contra a Holanda. Pois não é que Jagger marcou presença com seu famoso “pé-frio” no jogo da seleção contra a Alemanha? Bem, o resultado do jogo você já conhece e a maldição do Rolling Stone se fortalece.

6 – Treinadores brasileiros só vencem uma vez

Embora existam membros da comissão técnica da seleção que já venceram mais de um título — como Zagallo, por exemplo, que conta com a conquista de quatro copas no currículo — nunca na história do futebol brasileiro um treinador ganhou mais de uma vez. Felipão, que já levou a sua taça em 2002, não conseguiu quebrar a maldição.

7 – Maldição inédita

Depois de perder para o Uruguai na final de 1950 e, agora, com a derrota contra a Alemanha — de 7 a 1 na semifinal —, o Brasil se torna o primeiro país a ostentar o título de campeão do mundo e a jogar duas Copas em casa e não ganhar nenhuma delas, esta última juntamente ao México (70 e 86). E, convenhamos: essa maldição vai ser difícil de quebrar!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.