(Fonte da imagem: Thinkstock)

Se você é daquelas pessoas que não revela a verdadeira idade de jeito nenhum, então é melhor cuidar bem da cabeça, para não ter que fazer um exame de ressonância magnética. De acordo com uma notícia publicada pelo site c|net, um grupo de pesquisadores descobriu que é possível determinar a idade de alguém com bastante precisão através desses exames.

Segundo os pesquisadores, eles conseguiram desvendar uma espécie de “relógio de desenvolvimento” no cérebro humano, que mostra os estágios de maturação biológica e captura as diferenças de idade muito bem. Tanto que os cientistas conseguem determinar até os anos, em vez de apenas intervalos, como “entre 15 e 25 anos”, por exemplo.

Detector de idade de mentira

Os pesquisadores avaliaram as ressonâncias magnéticas de 885 indivíduos com idades entre 3 e 20 anos, identificando 231 biomarcadores que, quando foram analisados em conjunto, permitiram determinar a idade dos participantes com mais de 92% de precisão. Esse método passa a ser o que apresenta o maior número de acertos até o momento.

O desafio agora é comprovar se a ressonância magnética também é eficaz para determinar a idade de pessoas maiores de 20 anos, embora a pesquisa possa nos ajudar a entender como o nosso cérebro reflete a nossa idade — e não nos deixa mentir sobre ela!

Fontes: Current Biology e c|net