Rapidinho: este teste pode dizer se sua saúde está boa ou não
519
Compartilhamentos

Rapidinho: este teste pode dizer se sua saúde está boa ou não

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Talvez você não pratique qualquer atividade física, mas possivelmente já fez exercícios de alongamento em algum momento da sua vida, certo? A ideia desta publicação é justamente propor um teste de alongamento, que é também um indicativo do estado de saúde das artérias coronárias e, por consequência, da sua saúde cardiológica.

Logicamente, algumas pessoas têm mais facilidade do que outras em questão de alongamento, por uma questão de anatomia mesmo. Ainda assim, é preciso tentar manter um bom nível de flexibilidade e ser capaz de levar as mãos às pontas dos dedos dos pés. Se estiver em casa, você já pode fazer o teste, em pé ou sentando em uma superfície plana, esticando as pernas para frente e tentando levar as mãos até os pés.

Mas por que é tão importante?

Coluna e pernas retas, hein!

Dois estudos já comprovaram a importância desse exercício de alongamento. O primeiro foi realizado na Universidade do Norte do Texas, e o segundo foi feito por um grupo de quatro cientistas japoneses. As duas pesquisas revelaram resultados semelhantes: se uma pessoa com menos de 40 anos de idade tem um corpo menos flexível, ela pode ter artérias mais rígidas.

A dica é buscar treinar a flexibilidade e, no caso mais específico das pessoas de meia-idade, o ideal é que exercícios de alongamento sejam realizados quatro vezes por semana. Adotar essa rotina simples pode diminuir a rigidez arterial, o que é fundamental para o bom funcionamento cardíaco.

Ainda não se sabe ao certo qual é a relação entre conseguir tocar os dedos dos pés e ter uma boa saúde cardíaca, mas o fato é que alongamentos como esse são saudáveis de qualquer forma e previnem dores nas costas, o que também é uma queixa comum em pessoas de meia-idade.

Exercícios

Pode ser sofrido no começo, mas o jeito é treinar

A BBC divulgou uma série de exercícios de alongamento que podem ser feitos por pessoas de todas as faixas etárias e que, aos poucos, conseguem melhorar a sua flexibilidade – é fundamental que a série seja realizada constantemente. A recomendação é de que os alongamentos sejam realizados em pé, mas o teste principal você também pode fazer enquanto estiver sentado em uma superfície plana, com as pernas esticadas.

O objetivo dessa série é fazer com que qualquer pessoa consiga levar as mãos até os pés sem dobrar os joelhos, e a expectativa é de que isso demore, no máximo, oito semanas para acontecer. Confira a seguir a série de alongamentos que devem ser realizados diariamente:

1 – Glúteos

Deitado de costas com os pés separados um do outro, no chão, erga a perna esquerda de modo que seu tornozelo encoste na perna direita. Enquanto faz isso, garanta que seu joelho esquerdo esteja reto e, em seguida, erga a perna direita, que estava apoiada no chão até agora. Com a ajuda dos braços, puxe as pernas em sua direção e conte até 30 – os efeitos do alongamento deverão ser sentidos na parte de trás da sua coxa. Em seguida, troque de perna e repita o procedimento.

Fonte da imagem: BBC

2 – Músculos isquiotibiais

Deite-se no chão e deixe a perna esquerda estendida. Em seguida, levante a perna direita de forma que ela fique reta, tentando elevá-la o máximo possível – pode colocar as mãos atrás da coxa para que a perna fique reta. De novo, segure e conte até 30 e depois repita o mesmo exercício com a outra perna.

Fonte da imagem: BBC

3 – Alongamento da panturrilha

Em pé, apoie-se contra uma parede e coloque o pé esquerdo à frente do pé direito. Incline-se para frente e dobre a perna esquerda em direção à frente também, enquanto sua perna direita permanece reta. Conte até 30 e depois repita a operação com a outra perna.

Fonte da imagem: BBC

4 – Finalmente, veja se consegue alcançar os dedos dos pés

Esse é o exercício que pode ser feito tanto quando você estiver em pé como quando estiver sentado. O fundamental aqui é deixar as pernas esticadas e as costas, retas. Depois, abaixe-se e estenda os braços em direção aos pés. O ideal é conseguir se manter nessa posição por 30 segundos; mas, se for difícil demais para você, comece com 10 segundos e aumente a contagem com o passar dos dias. Depois de algum tempo, você vai perceber que já conseguirá encostar os dedos das mãos nos dos pés.

Fonte da imagem: BBC

5 – Lembretes importantes

Se você tiver algum tipo de impedimento corporal, é fundamental procurar ajuda de um médico e de um preparador físico. Se houver muita dor durante os alongamentos, você pode interromper e voltar quando se sentir melhor.

Além disso, é bacana ter um controle da sua evolução, para que você consiga perceber que, com o passar do tempo, está melhorando. Qualquer tipo de treino, seja ele físico ou não, precisa de motivação para que a pessoa que está treinando não desista. Vale lembrar também que apenas os alongamentos não substituem a prática de outra atividade física, então nada de usar essa série como desculpa para deixar de ir para a academia, hein! Exercícios físicos são fundamentais para pessoas de todas as idades.

Quem sabe, em breve, você está assim

*Publicado em 18/04/2016

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.