Mulher se mata com o filho por causa de uma cirurgia plástica
3.156
Compartilhamentos

Mulher se mata com o filho por causa de uma cirurgia plástica

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Uma cirurgia plástica que não teve o resultado esperado acabou contribuindo para o suicídio de Anna Ozhigova, uma mulher de 33 anos que deu fim à própria vida e à do filho.

O descontentamento de Anna teve a ver com uma mudança estética que ela fez em seu nariz. Após consultar um cirurgião plástico, ela decidiu fazer alguns ajustes, mas o resultado não foi o esperado. A nova aparência, de acordo com declarações publicadas no Metro, fez com que o marido de Anna fizesse “piadinhas” sobre o caso, chegando a comparar a esposa com um porco.

Com o passar do tempo, as "brincadeiras" do marido acabaram com o casamento, e Anna passou a se preocupar em não perder a guarda do filho, Gleb, que tinha oito anos de idade. Desesperada, ela pulou do nono andar de um prédio, abraçada com o filho, no dia 13 de outubro em Omsk, na Sibéria.

Erro cirúrgico

À família, Anna deixou uma nota de suicídio explicando seus motivos pessoais. No entanto, a polícia descobriu que, antes de se matar ela havia trocado mensagens com um amigo por uma rede social. Na conversa, ela disse ter sido convencida pelo cirurgião plástico a realizar o procedimento, afirmando que o médico tinha dito que seu nariz natural não combinava com ela.

Anna revelou que o cirurgião mudaria apenas um milímetro do formato de seu nariz, mas, depois da cirurgia, ela ficou com as narinas extremamente grandes e sem os músculos da região acima da boca, ao ponto de não conseguir nem mesmo sorrir. Para piorar a situação, conforme dito anteriormente, o marido fazia piada com o ocorrido e reproduzia sons de porco sempre que Anna se aproximava.

Trauma

A mulher confessou ao amigo que estava com medo de que, depois de 12 anos de relacionamento, o marido não se acostumasse com a sua nova aparência. “Estou tendo problemas com minhas expressões faciais. Ele [o marido] diz que fui estúpida por fazer essa cirurgia”, revelou ela no chat.

Anna afirmou que não conseguia aceitar a ideia de que teria para sempre aquela fisionomia. Destacou, ainda, o fato de ter um filho e de viver para ele. O amigo ponderou que ela precisava de apoio psicológico e lembrou o episódio em que ela já havia tentado se matar anteriormente.

Em seu bilhete de despedida, que escreveu pouco antes de pular, ela disse que queria a felicidade e a paz do filho, mas que ele estava crescendo com muita raiva. A família de Anna não quis comentar o caso.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.