(Fonte da imagem: Reprodução/NASA)
Desde a Guerra Fria — em que os Estados Unidos e a União Soviética começaram a corrida espacial —, a exploração do nosso sistema solar se tornou um dos principais objetivos da ciência.

Ônibus espaciais, estações, sondas e robôs de reconhecimento são alguns dos exemplos conquistados pelos avanços tecnológicos, que nos permitem ver mais de “perto” planetas, satélites naturais e outros astros que “convivem” ao redor da Terra — e até mais além.

E com essa realidade de “exploração espacial”, também vieram alguns “presentes” que realmente passaram algum tempo no espaço. No caso, o site DVICE listou alguns dos objetos que já possuem preços definidos e que estiveram, no mínimo, a cerca de 100 km acima do nível do mar.

Alguns dos itens são acessíveis, existindo “presentes espaciais” para todos os gostos. Veja a lista e nos diga: qual deles você gostaria de ganhar de Natal?

1 - Pedras lunares

(Fonte da imagem: Reprodução/DVICE)
Algumas vezes, asteroides caem na superfície da Lua e, com o impacto, lançam várias pedras para o espaço. Não muito raro, algumas dessas rochas podem vir rumo a Terra, entrando em nossa atmosfera. É comum encontrarmos meteoritos de todo tipo na Antártida e nos desertos africanos, mas apenas um a cada mil tem origem lunar — hoje, sabe-se que cerca de 50 deles existem em nosso planeta. Pedras lunares são comercializadas a diferentes preços, a partir de 50 dólares.

2 - Pedras marcianas

Como na Lua, os impactos de asteroides na superfície de Marte fazem a mesma coisa com as rochas do planeta vermelho: elas são jogadas no espaço e, após percorrerem por milhares de anos o espaço interplanetário, caem em nosso mundo. Hoje, se tem conhecimento de 65 dessas rochas, que, apesar de caírem todo ano na Terra, normalmente vão parar no fundo dos oceanos, onde muitas nunca são encontradas.

(Fonte da imagem: Reprodução/DVICE)

E por existirem mais pedras marcianas do que lunares hoje no planeta, elas se tornam mais comuns e mais baratas — você pode obter pequenas amostras por US$ 45. Exemplares maiores, no entanto, podem atingir algumas centenas de dólares por grama.

3 - Meteoritos de ferro

Hoje, estima-se que quase 23 mil quilogramas de meteoritos de ferro caiam na Terra a cada ano. Eles representam cerca de 90% de todos os meteoritos encontrados em nossa superfície terrestre e também são os mais acessíveis no quesito “rochas espaciais” — é possível pagar até US$ 1 por grama.

(Fonte da imagem: Reprodução/DVICE)

O mais famoso exemplar desse tipo de meteorito é o Sikhote-Ali — que pode ser visto na foto acima. Ele foi encontrado depois que várias pessoas viram uma grande bola de fogo explodindo no céu sobre a Sibéria em 1947.

4 - Palasitas

(Fonte da imagem: Reprodução/DVICE)

Os meteoritos palasitas são alguns dos meteoritos mais raros e bonitos encontrados na Terra. Apenas 60 deles são conhecidos hoje e, ao serem cortados, mostram grandes cristais verdes e amarelos que formam uma composição visual incrível. E por serem tão bonitos e raros, o preço deles também é um pouco mais alto — cerca de 100 dólares por grama.

5 - Cartas do espaço

A NASA, em uma parceria com o Serviço Postal dos EUA, levou envelopes postais em ônibus espaciais e depois os trouxe de volta à Terra.

(Fonte da imagem: Reprodução/DVICE)

Em uma única missão, a agência espacial chegou a transportar cerca de 260 mil envelopes de uma vez ao espaço. Em seguida, eles foram vendidos por cerca de 16 dólares cada. Hoje, ainda é possível encontrar algumas dessas cartas na internet (especialmente no eBay) por cerca de 20 a 30 dólares.

Envelopes também foram transportados ao espaço na missão do Apollo 15. No entanto, esses exemplares são ainda mais caros e raros.

6 - Sementes espaciais

Uma das experiências realizadas pela NASA envolveu sementes de manjericão em 2006. Nesse ano, milhões de sementes foram parar na Estação Espacial Internacional e lá foram expostas no espaço. A agência americana explicou que um dos principais motivos do experimento foi para que ela pudesse aprender como as sementes poderiam suportar e germinar na condição de baixa gravidade.

(Fonte da imagem: Reprodução/DVICE)

As sementes de manjericão voltaram à Terra e hoje podem ser adquiridas por qualquer pessoa. A NASA disponibiliza as sementes de graça — cobrando apenas o preço para o envio, que pode sair por cerca de 7 dólares.

Aparentemente, ao comparar o crescimento das sementes de manjericão entre aquelas que já saíram do planeta com as que nunca viajaram em um ônibus espacial, as que estiveram expostas à baixa gravidade apresentam um melhor desempenho.

7 - Objetos espaciais de todos os tipos

Uma rápida busca no eBay mostra que existem mais objetos espaciais à venda do que é possível imaginar.

(Fonte da imagem: Reprodução/DVICE)

No caso, são vendidas bandeiras colecionáveis que fizeram parte de missões, listas de verificações, fragmentos de escudo térmico, pedaços de mantas e pneus, saco de dormir da estação espacial soviética Mir e até uma pequena bandeira americana que visitou a superfície da Lua na missão Apollo 15 — e que está sendo vendida por “apenas” US$ 4.400. A lista mostra preços para todos os bolsos. Vale a pena conferir!