5 das profissões que mais sofrem com o calor
779
Compartilhamentos

5 das profissões que mais sofrem com o calor

Último Vídeo

Como você pode sentir na própria pele, estamos atravessando um verão prá lá de calorento. No entanto, a maioria de nós, pobres brasileiros, em vez de poder enfrentar esta onda de calor curtindo uma bela praia ou se refrescando na piscina, infelizmente precisa sobreviver a todos esses dias quentes enquanto trabalha! Ainda assim, entre os que estão — literalmente — suando a camisa na labuta diária, há os certamente sofrem mais com as altas temperaturas.

Afinal, não é todo mundo que tem o privilégio de trabalhar em ambientes refrescados com ar-condicionado ou até com um ventiladorzinho básico! Foi pensando nisso que a redação do G1 decidiu sair às ruas de São Paulo com um termômetro em mãos para descobrir quais são as profissões que mais sofrem com o calor. Assim, caro leitor, para você se sentir um pouco melhor — ou não! — por não poder estar lá fora aproveitando o verão, confira quais são elas:

5 – Pasteleiros

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia

Já imaginou ter que passar o dia inteiro debruçado sobre um panelão de óleo quente? Esse é o dia a dia dos pasteleiros que, durante a medição realizada pelo pessoal do G1, enfrentavam temperaturas ao redor dos 40 °C.

4 – Cabeleireiros

Fonte da imagem: Shutterstock

Outros profissionais que certamente suam a camisa são os cabeleireiros. Afinal, além de passarem o dia cortando madeixas e criando penteados, eles também manuseiam diversos equipamentos que geram calor, como secadores e chapinhas, por exemplo. As temperaturas registradas? Cálidos 41 °C.

3 – Padeiros

Fonte da imagem: pixabay

E quem é obrigado a trabalhar dentro de um forno? Bem, quase dentro... Confeiteiros e padeiros são obrigados a passar seus dias rodeados por fornos quentes, além de cobertos por aventais, luvas, toucas e outras roupas de proteção. Na confeitaria visitada pelo G1, depois que um dos fornos foi acionado, o termômetro marcou mais de 43 °C.

2 – Soldadores

Fonte da imagem: pixabay

Não pense que na hora de usar um maçarico, basta ativar essa ferramenta e pronto. Os soldadores precisam aquecer os equipamentos antes de utilizá-los, e na medição realizada em São Paulo, o termômetro marcou quase 45 °C.

1 – Pessoal de manutenção de vias

Fonte da imagem: Shutterstock

O pessoal que trabalha com a manutenção de ruas e estradas nem sempre pode contar com a proteção de edifícios ou árvores para se esconder do sol escaldante. Então, pense no desconforto sentido em dias de muito calor — como os que estão acontecendo agora —, quando esses profissionais precisam tapar buracos ou pavimentar uma rua inteira com asfalto e a temperatura do solo ultrapassa os 48 °C.

***

Claro que além das atividades acima, existem muitas outras — como churrasqueiros, telhadores e cozinheiros, por exemplo — que devem ser de torrar a alma! E você, leitor, consegue pensar em mais profissões que não foram mencionadas na matéria, mas que também devem ser torturantes nos dias de calor? Não deixe de contar para a gente nos comentários!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.