Conheça o gaokao: o vestibular chinês que já levou pessoas ao suicídio
1.978
Compartilhamentos

Conheça o gaokao: o vestibular chinês que já levou pessoas ao suicídio

Último Vídeo

Na China, o vestibular é chamado de gaokao

E é semelhante ao existente aqui no Brasil

Anualmente, cerca de 9 milhões de estudantes fazem as provas na esperança de entrar na faculdade

Só que existem apenas 7 milhões de vagas

O gaokao é aplicado em dois dias

Sendo que em cada dia os estudantes têm até 9 horas para responder as perguntas

As provas incluem conhecimento geral e mundial

Além de assuntos específicos e complexos ao Ocidente, como literatura chinesa

Você consegue imaginar a competição insana?

Muita gente fica tensa igual aqui no Brasil...

Em 2011, um rapaz chamado Lü Pin se suicidou ao pular do 6º andar no primeiro dia de testes

Algo que prova o nível de estresse enfrentado pelos alunos

Também, pudera: o gaokao é a única chance que o estudante tem de entrar na universidade

E ele só pode fazer o teste uma vez na vida

Caso seja reprovado, precisará se contentar com empregos menos valorizados

E que não dão uma boa perspectiva de vida

Algo semelhante ao que acontece na ficção científica brasileira “3%”

No episódio piloto, disponível na internet, jovens precisam passar por testes insanos para ter alguma chance na vida

A série foi comprada pela Netflix e tem previsão de lançamento para o final deste ano

Nós aguardamos ansiosos!

Voltando ao gaokao, muitos chineses estão abandonando o país para cursar faculdades no exterior

Todos em busca de seu lugar ao sol

O vestibular chinês foi aplicado pela primeira vez em 1952, como uma forma de nivelar os melhores estudantes

E lá não tem sistema de cotas sociais: ricos e pobres precisam lutar igualmente por sua chance de entrar na faculdade

As únicas cotas são relacionadas à região

Cada aluno pode competir apenas no lugar onde vive

A pressão é tanta que alguns alunos buscam conforto em suplementos alimentares para aumentar a energia

Ou até mesmo em câmara de oxigênio hiperbárico para reduzir o estresse

As cidades chinesas praticamente param durante a aplicação do gaokao

Em 2011, por exemplo, a rota da tocha olímpica precisou ser alterada para não atrapalhar estudantes que estavam realizando o vestibular

Críticos do formato alegam que o gaokao favorece quem tem boa memória

Ou seja, ele não julga o aprendizado em si

Tanto que vem crescendo o movimento para acabar com o gaokao

E de buscar melhores alternativas para o ingresso no ensino superior

“Não existe uma maneira de evitarmos a competição da geração mais jovem, que é o futuro de nossa nação, para que eles não cresçam cheios de medo e desespero e em uma atmosfera cruel?”

Questiona a apresentadora de um talk show no país

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.