Infelizmente, nem sempre a vida imita a arte. Nos filmes e séries de ficção científica, bem como nos desenhos animados, muitos personagens utilizam a ciência para tornar o mundo um lugar melhor e fazer o bem para a humanidade. Já pensou se eles fossem reais, quantas novas descobertas poderíamos ter? O site io9 preparou uma seleção com alguns dos mais interessantes pesquisadores do mundo da ficção. Qual deles é o seu preferido?

1 – Professor Hubert Farnsworth (“Futurama”)

Ele criou uma caixa com outros universos dentro, clonou a si mesmo e criou um motor que funciona a mais de 100% do que da velocidade da luz. Em um dos episódios do desenho, ele resolveu os últimos mistérios da ciência e entrou em depressão porque isso significava que ele não poderia fazer mais perguntas.

2 – Doc Brown (trilogia “De Volta Para o Futuro”)

Doc Brown. (Fonte da imagem: Divulgação/Universal Pictures)

Uma casa cheia de gadgets e uma máquina capaz de viajar no tempo. Um dos maiores desafios da ciência foi criado com muita facilidade por este gênio de cabelos brancos com visual semelhante ao de Albert Einsten. Além disso, a trilogia “De Volta para o Futuro” é uma das mais divertidas já feitas no cinema.

3 – Os Caça-Fantasmas (série de filmes “Os Caça-Fantasmas”)

É difícil encontrar bons investigadores paranormais nos dias de hoje e talvez seja por isso que os Caça-Fantasmas, sucesso na década de 80, sejam tão lembrados na atualidade. Se um fantasma aparecer em sua frente, você já sabe para quem ligar.

4 – Abraham Erskine (“Capitão América”)

Não basta produzir uma fórmula eficiente, é preciso saber aplicá-la na pessoa certa. Abraham Erskine, o criador do soro do supersoldado, é um cientista com estilo vencedor, sempre pronto a deixar um comentário irônico ou compartilhar uma bebida com um dos seus amigos.

(Fonte da imagem: Divulgação/Marvel)

5 – Dra. Gordon (“Solaris”)

Tanto o livro quanto o filme se passam em uma estação espacial em órbita de um planeta misterioso. A cientista descobre como “dissolver” as pessoas que estão tomadas por uma série de problemas psicológicos. Sua racionalidade, que beira à loucura, impressiona.

6 – Elsa Kast (do filme “Splice – A Nova Espécie”)

Há muitos cientistas loucos que gostam de contar vantagem sobre os feitos que realizaram. Elsa é capaz de guardar seus segredos a sete-chaves ao mesmo tempo em que revela um personalidade instável e atraente, fugindo de todos os estereótipos dos cientistas.

7 – Karen Jenson (da série “Blade”)

Mordida por vampiros, Karen Jenson consegue descobrir a cura para o vampirismo, mas não termina o seu trabalho por aí. Ela bem poderia ficar atrás de um balcão se vangloriando de sua descoberta, mas decide pegar em amas e partir para a luta, algo que, convenhamos, não é muito convencional para os cientistas.

8 – Lex Luthor (“Superman”)

Lex Luthor. (Fonte da imagem: Divulgação/Warner)

Lex Luthor poderia ser um dos cientistas mais respeitados da humanidade, se não tivesse como principal objetivo de vida a necessidade de dominar o mundo. E, é claro, se não existisse também o Super-Homem, seu maior rival. Entretanto, apesar do seu caráter duvidoso, isso não tira os seus méritos na criação de tecnologias brilhantes.

Fonte: io9