É cada vez mais comum nos depararmos com termos como “vintage” e “retrô” nos mundos da moda, da maquiagem e da decoração. Algumas pessoas, no entanto, levam esse apreço pelo que é antigo ao pé da letra. Para que você entenda o que estamos querendo dizer, nada melhor do que alguns bons exemplos dessa nostalgia toda. Confira:

1 – A família que vive como se estivesse na década de 1950

Na casa da família Keenan, de Sydney, na Austrália, o tempo só passa no relógio da parede. Todos os móveis, os itens decorativos e até as roupas e os sapatos da família são dos anos 50. Além disso, os penteados e o estilo de maquiagem das pessoas da casa não se modernizaram. É praticamente um museu vivo.

A ideia foi de Pixie Keenan, que desde a sua infância vive como se estivesse em outro tempo. Quando tinha 6 anos de idade, seu encantamento pela década de 1950 começou, durante um show de Elvis Presley em Las Vegas.

Ela é tão apaixonada pela época em questão que deu um jeito de transformar essa paixão em uma fonte de renda e hoje trabalha dando aulas sobre maquiagem e cabelo dos anos 50. E não para por aí: Pixie também é dona de um estúdio fotográfico vintage, especializado em produzir fotos com um visual antigo. Adivinha quem faz a maquiagem e o cabelo dos clientes? Ela, é claro.

O marido de Pixie, Aaron, também é um entusiasta dessa década e vocalista de uma banda de rockabilly. Quando saem para jantar fora, por exemplo, fazem questão de dar preferência a restaurantes temáticos, no estilo retrô. Isso que é um mergulho cultural, hein!

2 – A mulher que vive como se estivesse nos anos 60

O interesse de Ursula Forbush sobre a década de 1960 teve início assim que ela começou a ouvir The Beatles e The Rolling Stones. Depois de conhecer as bandas, ela passou a comprar roupas em brechós e frequentar lojas de acessórios antigos. Quando adquiriu sua casa, não teve dúvidas: decorou todos os ambientes da mesma forma como faziam as pessoas na época dos reis do iê-iê-iê.

Ela realmente não gosta de itens mais modernos e, por isso, seu estilo de vida é também ideal. Em sua casa há apenas dois itens atuais: uma máquina de lavar roupas e uma televisão. Ursula chama a própria casa de “bolha dos anos 60”.

3 – O músico que uma vez por ano vive na Era do Jazz

Michael Arenella é um artista musical que tem uma grande paixão: o jazz. Todos os anos ele recria a famosa Era do Jazz, em uma festa típica que ocorre na ilha Governors, em Nova York. Todo verão, portanto, ele canta, toca e vive como se ainda estivesse entre os anos de 1920 e 1930.

Arenella tem sete carros antigos e, durante o festival, coloca os possantes para rodar normalmente – um deles é de 1930! Na ocasião, ele aproveita para se vestir como muitos de seus ídolos e, para isso, investe pesado em acessórios como chapéus e luvas.

A tradição do músico já dura mais de 10 anos e ele fez questão de manter o estilo de roupa sempre em sua vida – Arenella só veste roupas atuais quando está fazendo exercícios físicos, ainda que tenha vontade de correr uma maratona usando os sapatos típicos da época e cuecas de lã.

4 – O homem que ainda não saiu da Era Vitoriana

Se há uma coisa que causa repulsa em Ray Frensham, essa coisa é o mundo moderno. Depois de passar boa parte da vida trabalhando com música e roteiros e dando aulas, Frensham agora dedica seu tempo a um grupo que gosta de andar pelas ruas de Londres usando roupas da Era Vitoriana.

Para ele, a Era Vitoriana deixou de ser um passatempo: agora é seu estilo de vida. “Isso soa natural para mim, e eu não me importo mais com o que os outros dizem ou pensam sobre mim”, declarou o britânico decidido.

5 – O homem que transformou sua casa em uma residência de 1930

Ainda que Aaron Whiteside não se vista como as pessoas de quase 100 anos atrás, sua casa é toda decorada com a finalidade de proporcionar uma viagem no tempo. Apaixonado pela época desde que era criança, Whiteside apostou em quadros do estilo Art Déco, móveis antigos e, inclusive, um sistema de aquecimento bastante rudimentar – um ato de coragem, considerando que ele vive na Inglaterra, onde o inverno é rigoroso.

Assim como possivelmente todas as pessoas desta lista, Whiteside tem como passatempo favorito vasculhar lojas de móveis e artigos de decoração antigos. O próximo passo? Adequar a pintura do lado de fora de sua casa ao estilo que tanto ama e adaptar até mesmo o jardim.