Linguistas descobrem idioma desconhecido e falado por apenas 280 pessoas
02
Compartilhamentos

Linguistas descobrem idioma desconhecido e falado por apenas 280 pessoas

Um grupo de linguistas descobriu, recentemente, uma linguagem totalmente desconhecida, falada por um pequeno grupo de pessoas na Malásia. Chamado de Jedek, o idioma é dominado por cerca de 280 indivíduos e, fora da tribo onde é falado, é totalmente desconhecido e ainda não documentado.

A análise social da língua permitiu que os cientistas descobrissem também que a região malaia falante do Jedek é mais equilibrada em termos de equidade de gênero do que as sociedades ocidentais.

Além disso, o local não conta com muitos casos de violência e a competição entre crianças não é incentivada. Esses comportamentos acabam se refletindo, logicamente, na forma como as pessoas por lá se comunicam.

Não há verbos, por exemplo, que reflitam propriedade (emprestar, roubar, comprar ou vender), mas há mais palavras que servem para descrever atos de troca, cooperação e compartilhamento. Interessante, não é?

Jedek

O idioma foi descoberto pelos linguistas suecos Niclas Burenhult e Joanne Yager, que estavam pesquisando outra língua na mesma região. A tribo falante do Jedek já foi visitada e estudada outras vezes, mas até agora ninguém havia percebido o uso da linguagem ainda desconhecida para o resto do mundo.

De acordo com os linguistas, isso aconteceu porque as pessoas da tribo se comunicam usando idiomas diferentes. Infelizmente, o destino de línguas com tão poucos falantes, como é o caso do Jedek, é o desaparecimento com o passar do tempo – das 6 mil línguas faladas em todo o planeta, 40% correm risco de serem extintas. A estimativa é que daqui a 100 anos, 3 mil idiomas tenham se extinguido totalmente.

O estudo, o registro e a análise dessas línguas em estado terminal servem tanto para registro histórico quanto para estudos antropológicos e sobre a cognição, a história e a cultura humana, por isso é sempre bacana conhecer mais essas pesquisas e valorizar quem as faz.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.