Documento histórico, carta de Einstein previu a ascensão do nazismo
Seja o primeiro a compartilhar

Documento histórico, carta de Einstein previu a ascensão do nazismo

Último Vídeo

Escrita em 1922, uma carta de Albert Einstein endereçada à sua irmã mais nova, Maja, revelou os medos do matemático e físico alemão diante do assassinato do ministro das Relações Exteriores da Alemanha. Mesmo 10 anos antes da ascensão do partido nazista ao poder, a carta escrita por Einstein já levantava alertas para o antissemitismo no país.

O documento histórico foi vendido por US$ 39.350 em um leilão em Jerusalém. Responsável pela venda, a casa de leilões Kedem acredita que Einstein estivesse em Kiel, no norte da Alemanha, ao escrever a carta. O físico não menciona sua localização, e o documento não conta com o endereço do remetente. “Ninguém sabe onde estou; acreditam que estou desaparecido”, afirma Einstein à sua irmã.

 

O medo de ser encontrado veio após o assassinato de Walther Rathenau, ministro das Relações Exteriores do país, judeu e amigo de Einstein. Com receio de que o já conhecido ganhador do Prêmio Nobel de Física fosse o próximo alvo de extremistas de direita, a polícia o alertou. O físico, então, teria deixado sua residência em Berlim e se instalado na cidade portuária de Kiel.

À época, Einstein estava a caminho de fazer uma série de palestras pela Ásia. A “turnê” garantiria sua ausência por algum tempo: “Estou muito bem, apesar de todos os antissemitas entre meus colegas alemães... Aqui estão se formando tempos econômica e politicamente sombrios, então estou feliz de poder ficar longe de tudo por meio ano”, ressaltou.

Parte de uma família de origem judaica, o físico foi perseguido pelos nazistas após a ascensão do partido ao poder, em 1932. Quando Hitler tornou-se chanceler da Alemanha, Einstein fazia palestras fora da Alemanha. Antes do início da Segunda Guerra, renunciou sua cidadania alemã e se estabeleceu nos Estados Unidos, onde permaneceu até o fim de sua vida, em 1955.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.