A fim ou afim? Use corretamente essas e outras 4 expressões

Para a coluna desta semana, selecionei alguns exemplos de expressões que costumam gerar dúvidas na hora de escrever — e, no caso do primeiro item, até em momentos de fala. O que elas têm em comum? Todas as expressões da lista existem na língua portuguesa, mas cada uma tem um contexto adequado para ser usada sem deslizes. Veja só:

1. Ao encontro de vs. de encontro a

Ao encontro de significa “estar de acordo com”, “favorável a”.

Meu novo trabalho veio ao encontro do que eu desejava. 

(Meu novo trabalho está de acordo com o que eu desejava.)

de encontro a significa “em oposição a”, “contra”. 

Isso vai de encontro ao que defendemos.

(Isso vai contra o que defendemos.)

Ou seja, uma expressão é exatamente o oposto da outra! Então, cuide para não confundir as duas e acabar se vendo em meio a situações de mal-entendidos. Ninguém quer isso, certo?

2. À toa vs. atoa

Elaboração da autora.
(Elaboração da autora)

Em contextos semelhantes aos das músicas acima, a única forma de escrever a locução é com crase e com os termos separados: à toa. Veja mais exemplos:

Muitas pessoas se preocupam à toa.

Pare! Você está se irritando à toa.

Não foi à toa que me dediquei tanto ao curso.

A grafia atoa até existe, mas em outra aplicação. Trata-se da conjugação (3ª pessoa do singular do presente do indicativo) do verbo atoar, que significa rebocar.

3. Afim vs. a fim

Afim refere-se a afinidade, parentesco ou semelhança. Enquanto isso, a fim de e a fim de que são locuções que indicam finalidade ou desejo.

O português e o espanhol são línguas afins.

Parece mesmo que os afins se atraem.

Estudo sempre a fim de me manter atualizada.

Minha amiga está a fim de se inscrever em um novo curso.


Até semana que vem!

***

Debora Capella, colunista semanal do Mega Curioso, é mestre em Estudos da Linguagem e atua nas áreas de revisão, edição, tradução e produção de textos há 15 anos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.