Seja o primeiro a compartilhar

O tema do Enem é previsível?

Os temas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), com a mudança de banca corretora e elaboradora da prova, passaram a ser selecionados a partir de novos critérios desde 2017. Eles, indiscutivelmente, seguem a seguinte filtragem: são sociais, de abrangência nacional, problematizados, pouco polêmicos e específicos.

Além disso, o cenário internacional pandêmico, que alterou a vida da sociedade em todo globo, tende a aparecer na prova a partir de pontos periféricos. Isso significa que ele revive algumas discussões bastante cotadas para figurar em processos seletivos e que foram colocadas em posição de destaque pela pandemia de covid-19. Uma delas é a saúde respiratória do povo brasileiro, que é colocada em xeque pelo tabagismo.

Quem gosta de polêmica sabe que os últimos temas do Enem se basearam em projetos de leis (PLs) ou leis sancionadas no ano de abordagem de cada temática. Com o tabagismo, não é diferente, já que se tem o Projeto de Lei n° 2.898/2019 e o PL n° 4446/2019. Logo, esse tema cumpre com TODOS os requisitos recorrentes para figurar como tema na redação do Enem 2022.

"— Tudo bem, mas se ainda não apareceu no Enem, como apareceria, Beto?
Na minha opinião, seria assim: 'Os desafios no combate ao tabagismo no Brasil'.”

Agora, na prática, seguindo os moldes do Enem, teríamos a seguinte introdução:

“A artista Frida Khalo, em seus autorretratos, demonstrou a necessidade, ao pintar o próprio rosto durante toda a vida, de se debater constantemente determinada matéria, sendo indispensável revê-la por várias perspectivas. No entanto, o cuidado da pintora mexicana não representa a postura social diante do avanço do tabagismo no Brasil, já que é justamente a falta de reflexão acerca dessa vicissitude que consolida os desafios do combate à problemática no Brasil. Assim, torna-se incontestável que esse panorama tem como origem a mentalidade capitalista, que precifica até mesmo a saúde do ser humano. Desse modo, entre os fatores que consolidam essa situação, estão a negligência do Estado e a manipulação midiática.” 

Agora que entendeu a forma como eu organizo o projeto de texto na introdução, conta para mim: como você desenvolveria esses assuntos? 

Para quem é do Juntos na Redação (JNR), a redação completa está disponível em nossa comunidade de estudos.

Um abraço, agradeço a todos que chegaram até aqui.

***

Beto Ferreira, colunista do Mega Curioso, é professor de redação graduado pela Universidade Federal de Goiás e criador do ecossistema de estudos Juntos na Redação.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.