Seja o primeiro a compartilhar

6 tipos de dragão que existem na vida real

Se em algum momento te pedissem para imaginar um dragão, você provavelmente imaginaria uma enorme criatura voadora com capacidade de cuspir fogo pela boca, certo? Ao menos é dessa forma que eles são descritos na mitologia e passaram a figurar no imaginário popular.

O que muitas pessoas não sabem, no entanto, é que os dragões realmente dividem o planeta conosco e não são nem um pouco parecidos com o que temos em mente. Será que você consegue decifrar sobre o que estamos falando? Veja só seis exemplos de dragões que existem na vida real!

1. Dragão-marinho-rubi

(Fonte: Zoe Della Vedova/Reprodução)(Fonte: Zoe Della Vedova/Reprodução)

O dragão-marinho-rubi é um peixe da mesma família dos cavalos-marinhos, uma criatura que utiliza sua coloração vermelha para se camuflar debaixo do mar. Como o vermelho é uma das primeiras cores filtradas pela visão de predadores na água, esses animais parecem ser pretos e conseguem se esconder com maior facilidade.

Uma característica interessante sobre o dragão-marinho-rubi, e outras espécies semelhantes, é que os machos são os verdadeiros responsáveis por carregar seus filhotes por aí. Porém, isso acontece sob as suas caudas e não dentro da barriga.

2. Lacraia-dragão

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Em 2007, cientistas descobriram uma espécie de lacraia-dragão-rosa habitando a região do Grande Mekong, na Tailândia. De acordo com os pesquisadores, sua impressionante coloração é um dos principais mecanismos de defesa contra predadores.

Além disso, assim como outras lacraias, essas criaturas são capazes de produzir substâncias tóxicas para atingir seus inimigos — nesse caso, o cianeto. Não é exatamente fogo, mas é quase.

3. Dragão-de-komodo

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

O dragão-de-komodo é de longe o dragão da vida real mais conhecido entre todos. Inclusive, esse enorme lagarto de aproximadamente 135 kg é tão forte que poderia te engolir por completo. Sua principal arma para matar vítimas é uma combinação de uma mordida poderosa que injeta um veneno desagradável na presa.

Esses animais são predadores tão temidos que em seu habitat apenas um rival pode pará-los: outros dragões-de-komodo. Portanto, esse não é exatamente um tipo de encontro que você deseja ter por aí.

4. Dragão-negro

(Fonte: Karen Osborn /Smithsonian NMNH/Reprodução)(Fonte: Karen Osborn /Smithsonian NMNH/Reprodução)

Quem olha o peixe dragão-negro pensa que ele está mais próximo de ser um alienígena vindo do mesmo universo do simbionte Venom, das histórias do Homem-Aranha, do que de ser um dragão. Em seu estágio larval, as fêmeas desses animais possuem grandes hastes oculares que permitem ver mais longe nas profundezas no mar.

No entanto, conforme crescem, seus olhos recuam e eles desenvolvem dentes enormes. Assim como outros peixes do fundo do mar, possuem órgãos bioluminescentes para auxiliar no dia a dia. Os machos, por outro lado, são minúsculos, desdentados e vivem na superfície apenas para acasalar.

5. Dragão-voador

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

O dragão-voador é uma espécie de lagarto endêmico do Sudeste da Ásia e também da Índia, onde conseguem se camuflar muito bem e até mesmo usam suas "asas" para planar. Esses animais gostam de deslizar pelas copas das árvores usando as estruturas que tem apoiadas por suas costelas.

Existem mais de 50 espécies de dragões-voadores espalhadas por aí, cada uma com corpos e membradas de cores diferentes. Esse tipo de "asa" também é constantemente usada pelos machos para tentar atrair as fêmeas em uma demonstração de interesse sexual.

6. Dragão-azul

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

O dragão-azul nada mais é do que uma espécie de lesma-do-mar que possui apenas 5 centímetros de comprimento. Essa criatura costuma passar a sua vida flutuando na superfície do oceano de cabeça para baixo e engolindo ar para se manter nessa posição.

Inclusive, é assim que eles se mantêm perto de suas presas. Os dragões-azuis gostam de roubar os nematocistos — células urticantes — das caravelas-portuguesas, seres parecidos com uma água-viva, e passam a usá-los ao seu favor.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.