Seja o primeiro a compartilhar

Brasileira de 3 anos é a mais jovem a ser aceita pela Mensa

Durante as últimas semanas, a Associação Mensa Brasil, uma entidade que reúne pessoas com altas capacidades intelectuais pelo país, identificou a amapaense Athena Macário Silveira, que tinha acabado de completar 3 anos de idade como a criança superinteligente mais jovem do país a ingressar na instituição.

A Mensa Brasil é uma representante oficial da Mensa Internacional, conhecida por ser a principal organização de alto quociente de inteligência (QI) no mundo todo. Segundo a instituição, os pais da criança submeteram um laudo com o teste de inteligência, reconhecido pelo Conselho Federal de Psicologia, à Mensa Brasil durante o segundo semestre de 2022. A prova foi realizada quando Athena ainda tinha 2 anos e meio, e a aprovação na entidade foi oficializada recentemente.

Jovens superinteligentes no Brasil

(Fonte: Mensa Brasil/Divulgação)(Fonte: Mensa Brasil/Divulgação)

Após receber o reconhecimento de criança superinteligente mais jovem do Brasil, Athena passa a integrar um seleto grupo de jovens identificados pela organização em todo o país. Ao todo, são 297 menores de idade distribuídos por várias regiões. Segundo o mapeamento da associação, o estado de São Paulo é quem mais demonstrou jovens com superinteligência — sendo um total de 109 crianças e adolescentes.

Em segundo e terceiro lugar estão Rio de Janeiro e Minas Gerais, com 37 e 32 pessoas respectivamente. Em uma tentativa de identificar cada vez mais pessoas com os dotes de superinteligência, a Mensa tem realizado periodicamente testes coletivos em diversas cidades brasileiras, o que facilita no sistema de rastreamento desses gênios.

O último deles aconteceu no dia 26 de novembro em 19 municípios espalhados país, sendo a prova feita de forma simultânea. O público-alvo incluiu pessoas com 17 anos ou mais, que estejam cursando ou que tenham cursado o ensino superior. Para aqueles de até 16 anos, a entidade opta por avaliar laudos de testes de inteligência oficiais e que tenham sido reconhecidos por órgãos oficiais. Após uma análise minuciosa, a pessoa poderá fazer a admissão no quadro de membros da instituição.

Identificando talentos

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Embora a história de Athena pareça um caso completamente extraordinário, a missão da Mensa pelo planeta é justamente conseguir rastrear mais e mais pessoas com grandes dotes intelectuais. Segundo o presidente da Mensa Brasil, Rodrigo Sauaia, o nosso país ainda possui um grande potencial intelectual adormecido e que pode ser muito mais explorado. 

“Temos uma das maiores populações do planeta. Cerca de 2% dos habitantes do Brasil podem apresentar sinais de altas habilidades, com um QI muito acima da média. Porém, ainda não há um mapeamento abrangente destes indivíduos”, declarou. Vale ressaltar que todo membro da Mensa recebe um ambiente intelectual e socialmente estimulante, onde terão condições melhores para desenvolver seus talentos.

Fundada em 1946, no Reino Unido, a Mensa Internacional é a maior, mais antiga e mais prestigiada organização de alto QI no mundo. A instituição surgiu visando promover a inteligência como ferramenta para o desenvolvimento e evolução da humanidade.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.