Conforme você pôde conferir no vídeo acima, alguns engenheiros da Fórmula 1 realmente sabem como afinar os motores dos carros. O pessoal da equipe da Red Bull fez uma incrível demonstração patriótica ao botar um de seus carros de corrida para “cantar” o hino nacional dos Estados Unidos em Nova York, com a Estátua da Liberdade como testemunha.

Para isso, segundo o pessoal do site DVICE, os engenheiros utilizaram um software programado para enviar comandos que faziam o motor acelerar e desacelerar conforme as notas do hino. E, como a melodia apresenta uma série de notas bem altas, foram necessárias as 18 mil rpm do motor para alcançar todas elas. Bem que podiam fazer o mesmo com o nosso hino nacional, você não acha?

Fontes: DVICE, Red Bull e YouTube