O vídeo acima, que faz com que morramos de vontade de pendurar um ventilador gigante e um paraquedas nas costas e sair voando por aí, mostra algumas cenas de uma competição de paramotor, uma adaptação do parapente que não depende da força do vento para voar, graças ao motor do dispositivo.

Segundo as informações do site oficial da competição, essa modalidade existe desde a década de 90, e as provas envolvem um percurso definido por torres de 12 metros de altura, as quais os pilotos devem contornar a baixas altitudes e dentro do menor tempo possível. Independente de ser um esporte radical regulamentado ou não, é impossível não querer se juntar ao pessoal do clipe, você não acha?

Fontes: YouTube e Parabatix