Procurando um esporte radical? Experimente descer montanhas de monociclo!
19
Compartilhamentos

Procurando um esporte radical? Experimente descer montanhas de monociclo!

Último Vídeo

Se descer a encosta de uma montanha sobre duas rodas já parece assustador, fazer isso sobre apenas uma roda pode parecer loucura. A proposta é de dois atletas da Alemanha que receberam patrocínio da Adidas para uma incrível viagem pela Cordilheira das Dolomitas, no norte da Itália.

Além de bancar o custo da aventura, a marca também enviou um cinegrafista profissional para acompanhar Lutz Eichholz e Stephanie Dietze em todos os cantos. O resultado disso é um vídeo e uma série de fotos que mostram os perigos e as belas paisagens encontrados pelo grupo.

Com extrema habilidade, os jovens sobem e descem por caminhos íngremes, enquanto se equilibram em seus monociclos, mas o talento não é de hoje. Em entrevista do The local, Eichholz conta que desde os nove anos de idade ele tem uma fascinação extrema por esportes e, embora não existissem montanhas na região em que ele morava, o jovem já se aventurava com os amigos.

Em uma viagem à China, ele conheceu Kris Holm, um experiente montanhista que já utilizava o monociclo para explorar montanhas. Eichholz resolveu colocar os novos conhecimentos logo em prática, em montanhas na Nova Zelândia. Em 2010, ele e mais três amigos subiram o Zugspitze – monte mais alto da Alemanha – usando seus monociclos.

Em entrevista ao The New York Times, Wendy Grzych, presidente da Sociedade Americana de Monocliclismo, explica que, embora pareça novidade para as pessoas, a soma do montanhismo com monociclos acontece desde a década de 90, quando surgiu na costa oeste dos Estados Unidos.

Fonte da imagem: Divulgação/Adidas

Já para o monociclista Hans Van Koppen, uma das coisas que mais atrai pessoas para o esporte é o nível de dificuldade, já que o esforço em uma roda é muito maior do que em duas “Você usa cada parte do seu corpo — braços, pernas, barriga, costas.”

Ele ainda explica que, embora seja mais fácil cair de um monociclo do que de uma bicicleta, a queda geralmente é menos dolorosa. "Nós caímos mais frequentemente do que os ciclistas em descidas de montanhas, mas estamos indo mais devagar, então não é tão ruim”.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.