Confira a igreja centenária que virou uma incrível pista de skate
328
Compartilhamentos

Confira a igreja centenária que virou uma incrível pista de skate

Último Vídeo

O que era para ser um local anunciado para um novo negócio se tornou abrigo de uma das maiores paixões de Ernesto Fernandéz Rey. Ele comprou a igreja de Santa Barbara e, com a ajuda de muitos idealizadores, tornou realidade o projeto de uma belíssima pista de skate. O local fica na cidade de Llanera, na Espanha.

A turma de skatistas engajados, batizada de “brigada da igreja”, trabalhou bastante, mas fez uma bonita obra destinada aos adoradores do esporte. E o local se mostrou apropriado, pois, como ressalta o site oficial da chamada “La Iglesia Skate”, os apaixonados por essa modalidade levam a prática como algo mais forte que religião.

Quem vê a igreja do skate como está atualmente, não imagina o trabalho que toda a equipe teve durante os cinco anos que levou para finalizar a reforma. “Quando iniciamos o projeto, o local estava em ruínas. Havia poeira por todo o lado, manchas nas paredes e a pintura estava descascando”, contou Rey em entrevista ao site The Guardian.

“La Iglesia Skate é o local onde a paixão pelo skate e o trabalho próprio alcançam o céu”, diz a página oficial do empreendimento. Confira mais imagens da igreja antes e depois de se tornar uma pista de skate na galeria no topo do texto.

Para toda Capela Sistina, há o seu próprio Michelangelo

Assim como um dos templos mais famosos da religião católica, o teto da Igreja do Skate também foi minuciosamente decorado por um pintor. Okuda San Miguel, um artista de rua de Madrid, ficou encantado com o local ao ver algumas fotos e se ofereceu para colocar o seu trabalho em todos os murais internos da construção, o que inclui o teto e as paredes. Confira abaixo o vídeo que mostra todo o processo de pintura da igreja do skate.

O que você achou da igreja centenária transformada em pista de skate? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.