Colecionador bate recorde com mais de cinco mil jogos de videogames

Equipe MegaCurioso

Edso Godoy, servidor público em Presidente Prudente (SP), entrou para o RankBrasil em 2017 pelo recorde de maior coleção de jogos de videogame completos. Ele possui 5.012 títulos diferentes, todos contendo caixa e manual. Ele iniciou sua coleção em 1998, quando abriu uma loja gamer em Campo Grande (MS), sua cidade natal. “Comecei então a comprar consoles e jogos que foram significativos pra mim na infância e também aqueles que eu sempre quis ter, mas não tive a oportunidade”, lembra.

De acordo com o recordista, os jogos foram adquiridos nos mais diversos lugares. Ele explica que quando se coleciona algo, qualquer passeio representa um lugar em potencial para adquirir itens. “Além disso, com a internet o mundo todo fica logo ali, à distância de um clique”, comenta. Entre os destaques, Edson aponta as coleções de Atari Jaguar e Jaguar CD, que possuem o fullset, isto é, todos os jogos lançados para essas plataformas. “Tenho também o fullset americano do SEGA 32X e estou perto de completar o do primeiro Xbox, já que possuo mais de 820 dos 969 jogos lançados para a marca”, revela. 

Edson GodoyEdson com o troféu do RankBrasil: colecionador precisou criar uma sala para armazenar todos os jogos

Sobre os jogos mais raros na época em que adquiriu estão Battlesphere e Battlesphere Gold do Atari Jaguar (comprados no início da década de 2000), Garou: Mark of the Wolves do Neo Geo AES e Virtual Lab do Virtual Boy (ambos adquiridos em 2011/2012). O recordista comenta que raridade e preço de um jogo são aspectos bastante relativos, principalmente para uma pessoa que não liga para isso. “Sou o tipo de colecionador que só se preocupa com esses dois fatores enquanto o jogo ainda é objeto de desejo. Depois que consigo esse item, a raridade e especialmente o preço deixam de ter relevância, porque não pego um jogo pensando em revendê-lo”, explica.

Pela importância da coleção, os jogos ficam expostos na casa de Edson, em um cômodo chamado Game Room e que foi especialmente construído depois de quase vinte anos colecionando.  “Desde 2014, com a criação do Video Game Data Base, ou seja, o Museu Virtual Brasileiro dos Videogames, a coleção ganhou um significado maior, pois acaba saindo da minha sala de jogos para o mundo inteiro, mesmo que virtualmente”. Ele explica que a ideia é que o site seja a ferramenta definitiva de pesquisa sobre jogos no Brasil e sua coleção é o que dá o sustentáculo material.

*Via assessoria

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.