O que você prefere: R$ 3 milhões de uma vez ou R$ 3 mil reais por semana?
574
Compartilhamentos

O que você prefere: R$ 3 milhões de uma vez ou R$ 3 mil reais por semana?

Último Vídeo

R$ 3 milhões de uma vez ou R$ 3 mil por semana até o fim da sua vida. O que você escolheria? Dinheiro é sempre bem-vindo, mas escolhas como essa podem ser bem difíceis. Apesar do dilema, quem não queria ter um problema desses para resolver?

1

Foi por uma situação como essa que Charlie Lagarde, uma jovem canadense, passou após comprar um bilhete de loteria em comemoração ao seu aniversário de 18 anos. Como a decisão era importante, ela resolveu consultar um analista financeiro e optou por receber a quantia semanal pelo resto da vida. Segundo o especialista que auxiliou a menina na delicada tarefa, o recebimento da bolada implicaria no pagamento de impostos, desconto que não será feito na quantia semanal, que somada acaba gerando um total de R$ 12 mil por mês.

Ele foi cuidadoso o suficiente para considerar a inflação, que diminuirá o poder de compra com o tempo, além de levar em conta que o Canadá provavelmente não sofrerá grandes distúrbios financeiros num futuro próximo. Com tudo na ponta do lápis e correção inflacionária estimada, ele indicou que em 30 anos ela terá recebido o equivalente ao valor integral oferecido.

Loterias mudam vidas

Existe um ditado dizendo que ninguém pode ser considerado louco, até que rasgue dinheiro. Não podemos falar pelos outros, mas a grande maioria das pessoas (eu inclusive) desejaria ganhar toda essa bolada, seja de uma vez ou em parcelas semanais. Eliminar a preocupação de pagar boletos pode ser algo bem tentador, mas um valor tão alto também pode criar a ilusão de que eles estarão pagos até o fim dos seus dias — só que pode sobrar vida, mesmo para muito dinheiro.

2

Situações como essa podem gerar até consequências inesperadas, passando a prejudicar áreas da sua vida que a princípio eram estáveis. Sandra Hayes vive nos EUA e dividiu com 12 colegas de trabalho um prêmio de 224 milhões de dólares (pouco mais de 18 milhões para cada um).

Após o bilhete premiado, ela revela que precisou suportar a ganância de pessoas queridas atrás de dinheiro, que a procuravam de forma insistente, o que a fez sofrer bastante. Em uma entrevista, ela disse que “essas pessoas que você amava profundamente se tornam vampiros e tentam sugar a sua vida”.

Mesmo lidando situações delicadas assim, ela conseguiu manter hábitos de vida simples, por mais que sua conta bancária não possua previsão de entrar no vermelho tão cedo. Sandra diz conhecer várias pessoas que ganharam prêmios e hoje em dia já não possuem mais nada dele, pois não tiveram disciplina suficiente para lidar com tanto dinheiro.

E você? Acha que teria calma suficiente para não comprar tudo que aparece na frente? Conseguiria viver com um valor mensal, mesmo sabendo que possui milhões na conta? Conte pra gente nos comentários.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.