Blanche Monnier: trancada no sótão de casa pela própria mãe por 25 anos
1.598
Compartilhamentos

Blanche Monnier: trancada no sótão de casa pela própria mãe por 25 anos

Último Vídeo

Blanche Monnier, a herdeira de uma expoente família francesa, desapareceu misteriosamente na flor da idade. Um dia, ninguém mais a viu ou ouviu falar dela — até 25 anos depois, quando foi encontrada presa no sótão da própria casa, completamente desnutrida e em uma situação deplorável de podridão, restos de comida, fezes e urina.

Ao ouvir histórias como as do filme “O Quarto de Jack ou da série “Unbreakable Kimmy Schmidt”, é inevitável se perguntar que tipo de monstro teria coragem de fazer isso com outra pessoa. Mas e quando o culpado é a própria mãe do indivíduo? Foi o que aconteceu com a moça.

Enquanto seus pais desejavam que ela se casasse com um homem jovem e rico, Blanche se apaixonou por um advogado mais velho e bem mais pobre do que ela.

Quando isso aconteceu, a mãe de Blanche ameaçou trancá-la em casa, caso não terminasse o relacionamento. Quando ela se recusou, a matriarca não deixou barato e amarrou a filha a uma cama no sótão, completamente nua, com as janelas e cortinas fechadas, mantendo-a no escuro.

O tempo foi passando, a moça foi envelhecendo e continuou rejeitando a ideia de abandonar o advogado — mesmo depois que ele morreu sem que ela soubesse.

Na casa também morava um irmão da moça e trabalhavam vários empregados; todos tinham medo de denunciar o cativeiro. A situação chegou a um ponto insustentável; mas somente mais de 2 décadas depois alguém teve coragem de fazer algo a respeito.

Um dia, o procurador-geral de Paris recebeu uma nota anônima, informando que havia algo errado com a habitação dos Monnier, e decidiu enviar uma equipe para investigar — apesar de se tratar de uma família bem posicionada socialmente e conhecida por atuar em instituições de caridade.

Foi graças a isso que a polícia descobriu a mulher. A cena encontrada por eles, ao arrombar a porta fechada a cadeado no segundo andar da residência, era digna de um filme de terror. Sujeira de todos os tipos; a cama que servia de refeitório também servia de banheiro — e ela havia vivido assim durante 25 anos. Na ocasião, pesava menos de 25 kg. O fedor era tamanho que os oficiais não conseguiram suportar ficar no ambiente por mais de alguns minutos.

Blanche estava lúcida, mas teve problemas psicológicos que duraram o resto da vida — que ela acabou passando em uma instituição psiquiátrica, até morrer, aos 64 anos. A mãe e o irmão foram presos no mesmo dia em que ela foi encontrada, mas a senhora faleceu apenas 2 semanas depois, no cárcere. O rapaz permaneceu detido e foi condenado, mas acabou solto algum tempo depois por falta de bases legais para mantê-lo na cadeia.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.