Você dirigiria um carro sabendo que existe uma cobra escondida dentro dele?
43
Compartilhamentos

Você dirigiria um carro sabendo que existe uma cobra escondida dentro dele?

Último Vídeo

O que você faria se, de repente, descobrisse que existe uma cobra dentro do seu carro, uma que você não sabe se é ou não venenosa? Você, nós aqui do Mega não sabemos, mas a gente certamente abandonaria o veículo o mais rápido possível — e tentaria pôr as mãos em um lança-chamas ou em uma bomba!

Pois, de acordo com Dana Hedgpeth, do portal de notícias The Washington Post, uma norte-americana chamada Lora Groff se viu nessa situação e teve o sangue de barata de dirigir por vários quilômetros consciente de que tinha companhia antes de, finalmente, se livrar da cobra. O caso aconteceu há alguns dias em Warrenton, na Virginia, e a mulher demonstrou ter uma coragem que poucos teriam!

“Copilota”

Segundo Dana, tudo aconteceu quando Lara saiu do trabalho para o almoço e notou um barulhinho estranho vindo da saída do ar condicionado, como se houvesse algo chacoalhando ali. Então, Lora deu uma espiada logo abaixo do volante do carro e viu a cabeça de uma cobra saindo de lá! Daí, a mulher procurou manter a calma e encontrar um local seguro onde parar e, só depois disso ela saltou do automóvel e discou “911”.

Cobra dentro de carroOlha ela ali! (The Washington Post/Lora Goff)

Aliás, crente de quem ninguém acreditaria nela, o que Lora fez? Isso mesmo, aproveitou que estava com o celular na mão e fez algumas fotos de sua “copilota”. O pessoal da emergência enviou um oficial do departamento de controle de animais para dar um jeito na situação, mas, ao tentar capturar a cobra com um daqueles bastões usados para esse fim, o sujeito acabou fazendo com que o réptil saísse completamente do duto de ventilação e se escondesse debaixo do assento do motorista.

Para piorar, depois de olhar aqui e ali, o cara — que parecia estar mais assustado do que Lora — não localizou a cobra e, a motorista, percebendo que seu horário de almoço tinha terminado, pediu licença, montou no carro e voltou ao trabalho. Sim, caro leitor, sabendo que a bendita continuava ali, em algum lugar.

Oráculo

Chegando ao escritório, Lora contou aos colegas o que havia acontecido — e é lógico que todo mundo começou a palpitar sobre como lidar com a situação. Alguns sugeriram que ela ligasse o ar condicionado, para forçar a cobra a sair do esconderijo e procurar calor, ou que ela ligasse a calefação, para que, quem sabe, o réptil saísse do carro. Mas, depois de fazer uma busca na internet, Lora encontrou uma dica que consistia em espalhar armadilhas pegajosas para roedores dentro do automóvel.

Emaranhado de cobrasMelhor não arriscar! (Wikimedia Commons/Oregon State University)

Lora comprou as engenhocas, colocou debaixo do assento e em outros lugares e voltou ao trabalho. Então, no final do expediente, ainda sem encontrar sinal da cobra, ela dirigiu durante cerca de 10 minutos até chegar em casa.  O danado do réptil só foi encontrado na manhã seguinte — vivo e colado em uma das armadilhas —, e o marido de Lora se encarregou de tirá-lo do carro e sumir com o animal.

Caso você tenha ficado curioso, pessoal do The Washington Post identificou a cobra como pertencendo ao gênero Thamnophis — bastante comum na América do Norte e Central — e Lora contou que ela tinha mais ou menos 75 centímetros de comprimento. Esses répteis são venenosos e produzem uma substância neurotóxica, mas como as quantidades são muito baixas, as picadas não são letais para os humanos. Mas, mesmo assim, você dirigiria um carro sabendo que existe uma cobra escondida dentro dele?

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.