Seja bem-vindo ao Mont Saint-Michel, um mosteiro no meio da água
25
Compartilhamentos

Seja bem-vindo ao Mont Saint-Michel, um mosteiro no meio da água

Último Vídeo

Cruze uma pitoresca pontezinha ou embarque em uma balsa, suba 900 degraus depois de passar por pequenos restaurantes, hotéis e lojinhas e dizer Bonjour para cada um dos 50 moradores da ilha com estilo medieval. Voilà, você está no mosteiro que dá nome a Mont Saint-Michel, um dos pontos turísticos mais inebriantes da França.

Construído no ano de 708 pelo Bispo de Avranches, Saint Aubert, o mosteiro é nomeado em homenagem ao Arcanjo São Miguel. Diz a lenda que o próprio arcanjo apareceu em sonho ao bispo, pedindo que ele construísse um local de oração no topo da pedra da ilha. E lá ele está! Saint-Michel fica em uma ilhazinha minúscula perto do litoral da Normandia e era, inicialmente, apenas uma capela, cujos resquícios originais ainda estão disponíveis por lá.

A construção inicial foi expandida em 966, quando o Duque da Normandia cedeu o espaço a um grupo de monges Beneditinos.

Nessa época, a ilha foi ganhando o corpo que tem atualmente e se tornou local de visitação, peregrinação e estudo para religiosos cristãos. Sua biblioteca é até hoje riquíssima, com manuscritos originais copiados e mantidos lá ao longo dos séculos.

Considerado patrimônio universal pela Unesco desde 1979, Saint-Michel é uma verdadeira viagem no tempo. Suas paredes e seus degraus de pedra presenciaram guerras, fenômenos naturais e diferentes fases políticas do país, e a ilha inclusive prestou serviço à nação em mais de uma ocasião.

Durante a Guerra dos Cem Anos, por exemplo, que durou entre 1337 e 1453, a ilha foi utilizada como uma fortaleza. Mais de 3 séculos depois, abrigou uma prisão durante o reinado de Luis XI e a Revolução Francesa.

Foi em 2001, quando a Fraternidade de Jerusalém chegou ao mosteiro, que ele voltou à sua rotina de atividades religiosas.

Que existe toda uma aura religiosa e espiritual por lá, não há como negar, não é? Andar em um lugar que já presenciou tanta história tem seu jeito de despertar reflexões espirituais. Mesmo para quem não é religioso, a ilha oferece atrações mágicas, que vão desde admirar a paisagem deslumbrante até observar a arquitetura do local, com suas construções de diferentes períodos ao longo dos últimos 13 séculos.

É possível ir de Paris a Mont Saint-Michel em uma viagem de ônibus de quase 5 horas, e muitos turistas chegam a fazer o passeio como bate-volta, mas a recomendação é que você passe pelo menos uma noite no lugar, para conseguir respirar o ar da ilha e aproveitar todas as suas belezas.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.