Será que um adúltero perdoaria se também fosse traído?
21
Compartilhamentos

Será que um adúltero perdoaria se também fosse traído?

Último Vídeo

Será que o fato de alguém trair o torna mais propenso a perdoar as transgressões do parceiros De acordo com uma pesquisa recente da AshleyMadison.com, principal plataforma de relacionamentos extraconjugais no mundo, tudo indica que a resposta é sim. Talvez aqueles que já se engajaram em um caso extraconjugal demonstrem mais empatia porque entendem os desafios da monogamia, mas parece que o maior motivador para sua mentalidade de perdão é que eles não veem o lado positivo de estragar seu relacionamento quando estão felizes no casamento.

Mais da metade dos homens (59%) e das mulheres (51%) que responderam à pesquisa dizem que são mais propensos a perdoar seu parceiro por traição do que o parceiro é de perdoá-lo. Muitas vezes as pessoas vivem relacionamentos extraconjugais para suprir algo que está faltando, mas sua intenção não é necessariamente terminar o casamento ou abandonar a vida doméstica. Então, se o jogo fosse virado e eles descobrissem que um parceiro estava o traindo, a pesquisa sugeriria que aqueles que trapaceiam estão mais preparados para lidar com a infidelidade e abordá-la com uma atitude mais ponderada.

Para obter uma visão mais aprofundada sobre o tema, foi perguntado aos membros como eles se sentiriam se seu parceiro os traísse. Mais da metade (53%) indicou uma mentalidade mais indulgente, já  20% disseram que iria doer, mas eles entenderiam, 17% afirmaram que não gostariam, mas continuariam no relacionamento, e 16%  revelaram que não gostariam. Outros 20% indicaram que não tinham certeza de como se sentiriam.

traiçãoQuem trai é mais propenso a perdoar uma traição

“Muitas vezes os divórcios não são desejáveis, mas com tendências como a microtraição, que confunde ainda mais as linhas da monogamia, é potencialmente mais fácil do que nunca ficar aquém de um relacionamento fiel”, afirma Isabella Mise, diretora de comunicações da Ashley Madison. “Muitos de nossos membros ainda amam muito seus parceiros e estão  em casamentos felizes. Por isso, queremos lhes fornecer as ferramentas de que necessitam para satisfazer todos os seus desejos, embora tenham discrição suficiente para que suas atividades extraconjugais permaneçam secretas e seu casamento esteja intacto”.

As razões para trair diferem de pessoa a pessoa, assim como as razões pelas quais as pessoas continuam juntas depois que isso acontece. Quando perguntados quais seriam as principais razões para não se divorciar de um parceiro que os traiu, 26% dos homens disseram que não gostariam de submeter seus filhos ao divórcio. Outros 25% dos homens disseram que ainda amam seu cônjuge, demonstrando vontade de superar os problemas que o relacionamento está enfrentando e focar em modos de melhorá-lo.

Já para as mulheres, quando perguntadas sobre as razões pelas quais elas poderiam permanecer no relacionamento se seu cônjuge as traísse, 30% delas dizem que ficariam por razões financeiras, enquanto 25% priorizam a família dizendo que não gostariam que seus filhos passassem pela experiência de terem seus pais se divorciando.

traiçãoÉ possível continuar mesmo após uma traição

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.