Chinês rouba 73 vestidos de noiva só para se sentir casando de novo
02
Compartilhamentos

Chinês rouba 73 vestidos de noiva só para se sentir casando de novo

Último Vídeo

O término de um casamento nunca é algo bom — não importa se as coisas com a sua ex-alma gêmea iam bem ou não, sempre é difícil se separar de um relacionamento que pode ter durado várias décadas. Porém, o divórcio parece ter sido bem mais traumático do que o normal para um homem chinês de 50 anos identificado simplesmente como Mr. Gu. Ele foi preso pela polícia de Xangai após ter roubado nada menos do que 73 vestidos de noiva — e ele fez isso simplesmente para ter a sensação de estar casando novamente.

Esse caso bizarro teve início quando a Sra. Wang, uma vendedora de vestidos do distrito de Pudong, acionou a polícia para informar que várias de suas peças estavam sumindo literalmente da noite para o dia — ela sempre teve o costume de deixar alguns modelitos em exposição em seu quintal e ficou preocupada quando oito produtos foram raptados de uma só vez.

Ao analisar imagens de uma câmera de segurança, as autoridades encontraram Gu usando um pedaço de madeira para puxar os vestidos e roubá-los. Rastreado pela polícia e encontrado junto com sua coleção de 73 peças, o “ladrão” solitário confessou que ele só queria sentir o prazer de estar prestes a se casar de novo e não tinha nenhuma intenção de vender o seu “catálogo”, cujo valor estimado é de 60 mil iuan (cerca de US$ 8,7 mil ou R$ 35,4 mil).

Mesmo com tal causa triste, Gu foi preso pela polícia e possivelmente responderá por furto como um criminoso qualquer. As autoridades locais afirmaram que o homem não possui antecedentes e, apesar de tudo, não apresenta sinais de doenças psicológicas.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.