Este senhor pagou US$ 275 mil para matar um rinoceronte-negro
639
Compartilhamentos

Este senhor pagou US$ 275 mil para matar um rinoceronte-negro

Último Vídeo

Viu o senhorzinho simpático da foto? Ele é um bilionário do Texas de 81 anos de idade chamado Lacy Harber e virou notícia porque desembolsou nada menos do que US$ 275 mil — ou o equivalente a pouco mais de R$ 1 milhão, de acordo com o câmbio atual — para matar um rinoceronte-negro.

Polêmica

Sabe quantos desses animais restam atualmente na natureza? De acordo com dados divulgados pela WWF, menos de 4 mil — e, como os números não param de cair, as criaturas foram classificadas como criticamente ameaçadas de extinção. No entanto, Harber, que evidentemente tem muito dinheiro sobrando, não só pagou para poder caçar e matar um rinoceronte-negro (Diceros bicornis) legalmente, como recebeu permissão do Governo dos EUA de entrar no país com seu “troféu”.

Caçador com rinocerontePodia ter doado o dinheiro para mim! (World Animal News)

E o que o senhorzinho pretende fazer com o rinoceronte? Harber é proprietário de um museu de vida selvagem na cidade de Sherman e tem planos de expor o animal empalhado no local. Mas deixe a gente contar mais detalhes sobre a caçada e a confusão toda.

Harber matou o rinoceronte — um macho anunciado como “idoso” — durante uma viagem que fez à Namíbia, na África, no ano passado. O governo do país, aliás, permite que cada caçador devidamente certificado cace até 5 animais ao ano, contanto que o indivíduo (ou indivídua) pague o valor imposto pelas reservas de caça. Isso significa que, apesar de polêmica, a ação toda ocorreu dentro da legalidade.

Caçador com rinoceronte mortoDesperdício (World Animal News)

Com relação ao animal, segundo foi divulgado, o rinoceronte tinha 27 anos — vale destacar que os exemplares dessa espécie podem viver até os 35-50 anos —, havia sido rejeitado por grupo e inclusive atacado por outros machos, e vivia de forma solitária. Existem registros do departamento de caça do governo local de que o rinoceronte teria atacado e matado duas fêmeas e três filhotes, mas, como as autoridades não dispunham de fundos para transferir o macho até outro parque ou mantê-lo separado dos demais, sua cabeça foi posta a prêmio.

Quem dá mais?

Ou a leilão... Isso porque, Harber participou de um evento organizado pelo Dallas Safari Club e foi o caçador que deu o maior lance pela licença de matar o rinoceronte. Agora... o senhorzinho não podia ter usado a grana para transferir o animal até algum santuário ou coisa do tipo e mantê-lo vivo? Estamos falando de US$ 275 mi! O cara podia ter doado esse dinheiro para fins mais produtivos.

Rinoceronte mortoHarber e seu "troféu" (World Animal News)

Mas, não. Além de não expressar qualquer remorso por ter matado o rinoceronte, o texano teria se gabado, dizendo que se tornou uma espécie de celebridade na Namíbia — aparentemente, o bilionário teria feito uma doação de US$ 20 mil (pouco menos de R$ 75 mil) ao governo local e distribuído a carne do animal a famílias carentes —, e afirmado que, ao matar a criatura estaria contribuindo para a preservação da espécie.

Enfim, o fato é que, agora, depois de ter caçado o rinoceronte legalmente, grupos que lutam pelos direitos dos animais e organizações focadas na conservação de espécies ameaçadas estão tentando impedir que Harber consiga importar seu troféu — uma vez que existem muitos outros caçadores que fazem o mesmo e frear o processo do texano poderia ajudar a desencorajar a prática.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.