Conheça o Skinny Pig, o Porquinho-da-índia hipopótamo

Conheça o Skinny Pig, o Porquinho-da-índia hipopótamo

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

A internet é um lugar maravilhoso para se conhecer pessoas, agregar conhecimento, mas nada é tão incrível quanto descobrir que existe uma espécie de Porquinho-da-Índia que nasce quase sem pelos e, por isso, acaba parecendo um mini hipopótamo!

Fonte: Bored Panda

Recentemente, algumas imagens desses animaizinhos se tornaram virais na internet, o que fez muitas pessoas se perguntarem: “Como podem porquinhos-da-índia nascerem totalmente sem pelos?”, afinal, foram várias pessoas postando fotos dos seus mini hipopótamos!

Fonte: Bored Panda

A resposta que mais apareceu por um tempo é que as pessoas estavam “depilando” seus porquinhos. Porém, se você olhar com bastante atenção para eles, vai ver que seria muito difícil raspar os seus pelos com tanta precisão, afinal, são cheio de ruguinhas por todo o corpo! Além do que, isso com certeza acabaria machucando o pet.

Fonte: Bored Panda

Na verdade, essa é uma raça de porquinhos-da-Índia chamada “Skinny Pigs”, um tipo na qual não crescem pelos pelo corpo do bichinho. Apesar disso, os porquinhos ainda tem alguns pelos que nascem no seu focinho, patas e perninhas! O “Skinny Pig” moderno é consequência do cruzamento entre um experimento de laboratório que nasceu sem pelos e um porquinho-da-índia peludo.

Fonte: Bored Panda

Acredita-se que o porquinho-da-índia sem pelos original apareceu pela primeira vez em 1978. Alguns anos depois, em 1982, a espécie foi enviada para um laboratório e, desde então, são comumente utilizados na indústria de dermatologia, para estudos.

Fonte: Bored Panda

Não existe muita diferença entre o “Skinny Pig” e o peludo, a única é que esse precisa comer mais que o normal, para poder manter o seu corpo aquecido. Apesar de serem muito amados, os porquinhos-da-índia só se tornaram pets de casa nos anos 90, e são muito populares na Europa, Canadá e Rússia.

Fonte: Bored Panda

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.