Alerta de fofura: conheça o panda recém-nascido num zoo dos EUA

Alerta de fofura: conheça o panda recém-nascido num zoo dos EUA

Último Vídeo

Se você acha que não há nada mais adorável do que aquele seu priminho recém-nascido, esta matéria provavelmente vai lhe fazer mudar de opinião: o National Zoo & Conservation Biology Institute do Smithsonian, nos Estados Unidos, apresentou um bebê panda que é uma explosão de fofura.

A instituição já havia divulgado uma gravação com imagens do bebê sob cuidados da mãe. Agora, outro vídeo ganhou a internet: trata-se de sua primeira ida ao pediatra veterinário, e dá até para ouvir seus “rugidos ferozes”. Confira a seguir:

Segundo a avaliação do profissional, ele nasceu forte, saudável e possui ótima relação com a mãe, Mei Xiang, a mais antiga entre os pandas gigantes que são famosos no zoológico de Washington (DC). Isso é importante porque, por ora, o leite materno é o único alimento que ele consome. Ou seja, até que seja um animal jovem, nada de bambu.

Além disso, havia muita expectativa sobre o parto porque Mei é a segunda mais velha da espécie no mundo inteiro a dar à luz, assim como foi a primeira vez que um zoológico estadunidense teve sucesso em uma gravidez realizada por meio de inseminação artificial. (O que não quer dizer que a vida sexual desses animais seja menos interessante, diga-se de passagem).

(Fonte: Smithsonian’s National Zoo/Reprodução)
(Fonte: Smithsonian’s National Zoo/Reprodução)

Infelizmente, o filhotinho ainda não possui nome, pois seu desenvolvimento corporal estar longe de se completar, então não é possível detectar visualmente se é macho ou fêmea. Mas exames de DNA já foram realizados para desvendar esse mistério e, assim, ser possível batizar o mais novo integrante do instituto.

Essa não é a primeira vez que os pandas chamam a atenção por serem fofos, mas é não é todo dia que se vê um recém-nascido, não é mesmo?

Que nome você daria a ele ou ela? Conte para nós na seção de comentários!

????????
Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.