3 lugares espetaculares onde a natureza e criações humanas se unem

Ao longo do tempo, o desenvolvimento de tecnologias em geral permitiu que os seres humanos criassem verdadeiros monumentos mundo afora. No entanto, convenhamos: tudo se torna muito melhor quando a natureza segue presente, em suas mais variadas manifestações. 

Confira alguns exemplos a seguir:

1. Túnel do Amor (Ucrânia)

O local conhecido popularmente como “Túnel do Amor” fica em Klevan, cidade a 350 quilômetros da capital ucraniana, Kiev. Trata-se de um percurso de 3 quilômetros coberto por uma linda vegetação que esconde uma linha férrea que liga Klevan a Orzhiv e foi usada por militares na Guerra Fria.

(Fonte: Listverse/Reprodução)(Fonte: Listverse/Reprodução)

Com o tempo, o aspecto romântico do túnel em todas as estações do ano passou a atrair casais de todo o mundo, que vão até lá caminhar, plantar mais mudas e/ou protagonizar pedidos de casamento. Segundo a lenda, o casal que caminhar todo o percurso de mãos dadas terá sorte no relacionamento. 

2. Lago Abraham (Canadá)

O lago Abraham é, na verdade, um lago artificial que se formou em 1972 ao pé das Montanhas Rochosas, no oeste de Alberta (Canadá). Os tons de azul e verde certamente chamam a atenção, mas é preciso cautela ao visitar o local. 

(Fonte: Listverse/Reprodução)(Fonte: Listverse/Reprodução)

Acontece que as famosas bolhas que surgem por lá quando a superfície congela são de metano, gás inflamável produzido a partir da decomposição de plantas e animais — que é maior por se tratar de um lago artificial e relativamente novo.

3. Terraços de arroz Honghe Hani (China)

Construídos há aproximadamente 1,3 mil anos, os terraços de arroz Honghe Hani estão localizados em Yunnan, na China. Por se tratar de uma região montanhosa, esses espaços foram adaptados exatamente a fim de captar a água da chuva e cultivar arroz por diversas gerações.

(Fonte: Honghe Hani Terrace Administration of Honghe Preferture/Reprodução)(Fonte: Honghe Hani Terrace Administration of Honghe Preferture/Reprodução)

Aspectos como a localização remota e a inexistência de um aeroporto nos arredores não favorecem o turismo, apesar do seu visual hipnotizante. Em 2013, os terraços de arroz Honghe Hani foram listados como Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.