Seja o primeiro a compartilhar

Luta livre com polvos: o bizarro esporte da década de 1960

Na década de 1960, na costa oeste dos Estados Unidos, surgiu um esporte que se tornou muito popular e controverso: a luta livre com polvos. Acredita-se que a prática tenha surgido muito antes, em meados de 1949, pois uma edição da revista Mechanix Illustrated já falava sobre a luta naquela época.

Formalmente chamado de World Octopus Wrestling Championship, a luta livre era realizada anualmente no estreito de Puget Sound, em Washington, em um evento televisionado que poderia atrair até 5 mil espectadores fanáticos pelo esporte peculiar.

Os prêmios eram divididos entre os mergulhadores individuais e equipes que pegavam os maiores polvos, que depois eram comidos, doados ao aquário local ou devolvidos ao mar.

Nas profundezas

(Fonte: The Irish Times/Reprodução)(Fonte: The Irish Times/Reprodução)

E muito embora fosse chamado de luta livre, não havia luta alguma em si, uma vez que a maioria dos polvos são muito ariscos e em nada agressivos – a menos que sejam provocados.

Quando mergulhavam, os competidores costumavam procurar os animais em buracos ao longo das rochas e rochedos a 18 metros abaixo da linha do oceano, e sem nenhum tipo de aparelhagem especial. Depois que os localizasse, eles deveriam agarrá-los pela cabeça e puxá-los até a superfície. Em 1957, em Tacoma, Washington, uma equipe de Portland venceu o concurso pegando um polvo que pesava cerca de 36 quilos, diante de uma plateia de 200 espectadores.

O WOWC recebeu mais de 111 mergulhadores em sua edição de abril de 1963, onde um total de 25 polvos gigantes da espécie Enteroctopus dofleni, pesando até 25 quilos, foram capturados do oceano Pacífico.

(Fonte: Roughly Daily/Reprodução)(Fonte: Roughly Daily/Reprodução)

De acordo com um artigo de 1964 escrito por H. Allen Smith para a revista True, a luta livre de polvos teria nascido a partir de um homem chamado O’Rourge, a quem Smith apelidou de "pai da luta livre com polvos". Com base em informações de Idwal Jones, O’Rourke e um sócio teriam desenvolvido uma rede de negócios de pesca de polvos no final de 1940, com O’Rourke servindo como isca viva para os animais.

O’Rourke se tornou uma espécie de especialista em polvos, pois só ele conseguia entender a personalidade do animal, bem como manobrá-lo sem fugir, além de atrair e controlá-lo.

A popularidade do esporte foi diminuindo em meados da década de 1960, conforme as pessoas lentamente foram perdendo o interesse pela luta e as competições foram proibidas de serem televisionadas, com os patrocinadores sendo forçados a investir em um marketing que não dava certo para tentar atrair público.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.