Seja o primeiro a compartilhar

Michel Vaujour: o homem que fugiu da prisão em um helicóptero

Aos 34 anos, o francês Michel Vaujour tentou cometer um assalto à mão armada, porém nada saiu como planejado e ele foi preso pelas autoridades, assim como os demais membros de sua quadrilha. Vaujour também não escapou da severidade das sentenças, sendo condenado a 18 anos de encarceramento na prisão Le Sante, em Paris.

Inconformado com seu destino, o criminoso fez 4 tentativas diferentes de fuga logo no começo, mas todas falharam. Vaujour afirmou que era o amor por sua esposa, Nadine Vaujour, que o visitava periodicamente, que o fazia querer escapar de trás das grades o mais rápido o possível.

Além disso, Nadine também arquitetava com o marido os planos de fuga, passando informações que não podiam ser compartilhadas durante suas visitas íntimas. Mas em março de 1986, ela fez o seu movimento mais ousado e entregou a Vaujour um bilhete com a data específica que ele seria libertado.

O plano de Nadine

(Fonte: Der Spiegel/Reprodução)(Fonte: Der Spiegel/Reprodução)

Quando Nadine Vaujour começou a fazer aulas de pilotagem de helicóptero para obter sua licença privada, as suas intenções já eram mais que claras. No entanto, seus parentes e amigos próximos acreditaram que se tratava apenas de mais uma hobby da mulher, como uma forma de ela se distrair do fato de que Vaujour estava preso e não sairia tão cedo.

Na cabeça de Nadine, porém, ela arquitetava o tempo. Ela sabia que iria tirar sua licença no dia 27 de maio de 1986, visto que levava 3 meses para ser aprovada em todos os testes, então planejava resgatar Vaujour no dia seguinte.

Certa de que um helicóptero não seria o suficiente para parar os policiais que poderiam ameaçá-la com poder de fogo, ela comprou uma pistola de brinquedo e pintou com spray de tinta preta para parecer real. Ela também arranjou laranjas e as coloriu de verde para lembrarem granadas. Seu plano era blefar, e ela esperava que não acabasse em uma situação igual ou pior do que a Vaujour.

A fuga

(Fonte: History of Yesterday/Reprodução)(Fonte: History of Yesterday/Reprodução)

Em 28 de maio de 1986, às 10h, Nadine sobrevoou o telhado da prisão com seu helicóptero, pegando os guardas desprevenidos. Alguns dias antes, ela havia instruído Vaujour a tentar chegar ao telhado de um dos pavilhões da instituição, mas ele não conseguiu fazer isso sozinho. Sendo assim, ele pediu ajuda a um preso chamado Pierre Hernandez, em troca de um espaço no helicóptero junto com ele.

Nadine lançou uma corda para seu esposo criminoso e seu comparsa. Contudo, Vaujour foi o único que conseguiu escalar e chegar no helicóptero, pois Hernandez acabou sendo pego. Para o alívio de Nadine, que ameaçava a todos com sua artilharia falsa, nenhum tiro foi disparado. Ela conseguiu voar para longe em direção ao campo da Universidade de Paris, onde poderia pousar e fugir a pé com seu amado.

(Fonte: Quora/Reprodução)(Fonte: Quora/Reprodução)

Eles tiveram sucesso em sua fuga, inclusive em escapar do radar da polícia logo após a aterrissagem. A repercussão do caso foi tão grande que o casal foi parar em uma matéria de capa do Chicago Tribune: “Michel Vaujour fugiu da prisão pelo telhado com artilharia falsa”.

Apesar do sucesso na fuga, o casal Bonnie e Clyde parisiense foi preso no mesmo ano. Michael Vaujour cumpriu sua pena original, sendo solto apenas em 2003.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.