Seja o primeiro a compartilhar

Como a cerimônia de abertura das Olímpiadas mudou até hoje?

Com a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão) agendada para esta sexta-feira (21), chegou a hora de falarmos mais sobre esse glorioso evento inaugural. A festividade que marca o início na Grécia antiga, mas sofreu grandes alterações ao longo dos últimos 100 anos.

Então, vamos dar uma olhada nas principais alterações que revolucionaram a maneira como as Olímpiadas dão seu pontapé inicial? Confira quais foram as maiores transformações nas edições anteriores do evento.

1906 - Atenas, Grécia

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A cerimônia de abertura e encerramento das Olimpíadas é algo que ocorre desde edições históricas do evento na Grécia Antiga. Entretanto, desde que a versão moderna dos Jogos Olímpicos foi criada em 1896, todos os países sede têm replicado essas festividades com detalhes que celebrem a cultura local e transformando aos poucos a tradição do evento. As Olimpíadas Intercaladas de 1906, em Atenas, não são mais contadas entre os eventos olímpicos oficiais, mas ficaram marcadas por sua abertura.

1908 - Londres, Reino Unido

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Apesar de a cerimônia de abertura ser uma tradição de séculos das Olimpíadas, foram necessários vários anos até que todos os países participantes pudessem ser incluídos no desfile inaugural. Para se ter ideia, as Olimpíadas de 1908 na capital do Reino Unido foi a primeira edição em que os atletas puderam marchar atrás de suas bandeiras.

1920 - Antuérpia, Bélgica

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A edição de 1920 das Olimpíadas, na Bélgica, foi a primeira edição que permitiu com que mulheres participassem dos eventos esportivos naquele milênio. Mesmo assim, ainda existiam algumas limitações. Por exemplo, elas só poderiam concorrem em cinco categorias: tênis, croquet, hipismo, vela e golfe.

1948 - Londres, Reino Unido

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Sendo o primeiro grande evento esportivo após a Segunda Guerra Mundial, a cerimônia de abertura das Olimpíadas de 1948 trouxe consigo uma ousada citação do educador e historiador francês Pierre de Coubertin — o qual também fora fundador do Comitê Olímpico Internacional. 

Enquanto a tocha olímpica chegava ao estádio, uma grande placa exibia o seguinte dizer: "A coisa mais importante nos Jogos Olímpicos não é vencer, mas competir. O essencial da vida não é conquistar, mas lutar bem."

1960 - Roma, Itália

(Fonte: Pinterest)(Fonte: Pinterest)

Celebridades sempre tiveram presença confirmada nas tribunas dos Jogos Olímpicos, mas tornaram-se ainda mais foco de atenção quando o mundo entrou na era dos tabloides.

Em 1960, a atriz Elizabeth Taylor e seu marido, Eddie Fisher, foram fotografados acompanhando a chegada dos atletas na arena olímpica em Roma. A presença de Taylor roubou um pouco dos holofotes do evento.

1964 - Tóquio, Japão

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A edição de 1964 dos Jogos Olímpicos foi a primeira a ter um evento de cerimônia de abertura para os atletas paraolímpicos. As Paraolimpíadas foram criadas em 1960 e acontecem sempre após o evento tradicional, utilizando as mesmas arenas. 

Essa foi uma grande amostra de inclusão em eventos esportivos.

1980 - Moscou, Rússia

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Em meio à Guerra Fria, os Estados Unidos promoveram um enorme boicote aos Jogos Olímpicos de 1980 na Rússia. No total, 65 países não enviaram atletas para essa edição do evento. Mesmo assim, os russos deram prosseguimento às Olimpíadas e realizaram uma cerimônia de abertura inusitada.

A festa teve direito a uma tocha olímpica composta por seres humanos. Bizarro!

1988 - Seul, Coreia do Sul

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos contava com o lançamento de pombas brancas desde 1920. Porém, após uma pomba voar em direção às chamas da tocha olímpica na inauguração do evento em 1988, na Coréia do Sul, os organizadores decidiram acabar de vez com essa prática.

2016 - Rio de Janeiro, Brasil

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Para finalizar a lista, como não lembrar de quando as Olimpíadas vieram para o Brasil? Na época, a cerimônia de abertura contou com uma incrível apresentação cultural chamada de "Pindorama: o Nascimento da Vida", que representava o início de um dos maiores tesouros nacionais e globais: a Floresta Amazônica. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER