Seja o primeiro a compartilhar

Pilotos saltam de paraquedas e trocam de aeronave a 4 mil metros de altura

Equipe MegaCurioso

Uma conquista histórica para a aviação mundial. É isso que buscam os primos Luke Aikins e Andy Farrington, pilotos do Red Bull Air Force, que estão prestes a alcançar um feito inédito. Chamado de "Plane Swap", o projeto consiste em um salto de paraquedas e uma troca de aeronaves a 4 mil metros de altitude. Os pilotos, sozinhos em seus voos, colocarão seus aviões em modo automático e saltarão a uma velocidade de 225 km/h, cruzando-se no ar e recuperando o controle da outra aeronave — nesse meio tempo, os aviões estarão sem piloto. Tudo isso em menos de 1 minuto. O feito poderá ser acompanhado ao vivo pela Twitch do Gaules, no próximo domingo (24), a partir das 20h (horário de Brasília).

Pilotos malucos?

aLuke Aikins posa para uma foto enquanto treina para a Plane Swap em San Louis Obispo, Califórnia. (Fonte: Chris Tedesco / Red Bull Content Pool)

A missão vai acontecer no Arizona, Estados Unidos, e foi idealizada por Luke Aikins, piloto de avião e helicóptero, e paraquedista aclamado, com mais de 20 mil saltos. Ele é veterano em dar asas à criatividade e planejar ações radicais, tendo sido fundamental para a realização de outro evento épico da marca: o Red Bull Stratos, no qual Felix Baumgartner quebrou três recordes mundiais ao saltar de paraquedas da estratosfera usando um balão de hélio.

“Plane Swap é o auge da minha carreira. Meu objetivo é inspirar o mundo e mostrar que tudo é possível. Você pode colocar na sua cabeça algo que às vezes pode parecer extremo, louco e inatingível, mas, com ambição e criatividade, você pode realizar tudo”, afirma Aikins. O piloto Farrington é o cúmplice perfeito para a realização do feito, pois, além de ser um piloto e paraquedista talentoso, pratica base jumps, modalidade na qual o paraquedista salta de lugares completamente inusitados, como penhascos ou do alto de prédios, o que requer extrema coragem.

Projeto desafiador

aPilotos treinam e testam mergulho em San Luis Obispo em preparação para o Plane Swap. (Fonte: Michael Clark / Red Bull Content Pool)

Desde a realização do "Red Bull Stratos", há quase dez anos, esse novo projeto vem sendo idealizado, estruturado e testado. Um dos grandes desafios foi desenvolver uma metodologia para manter os aviões em uma descida vertical controlada — exatamente o oposto de como o piloto automático é projetado para funcionar. Isso exigiu a engenharia reversa da mecânica do piloto automático e resultou em um sistema de freio aerodinâmico inovador, que controla a estabilidade aerodinâmica.

Projetado pelo Dr. Paulo Iscold, engenheiro aeronáutico de renome mundial, esse freio, uma vez engajado, garantirá que os aviões mantenham uma velocidade terminal relativamente controlada em queda livre, que se aproxima da velocidade de descida do paraquedista, fazendo com que a troca no ar seja possível.

O feito, por si só, é inédito e desafiador, mas ganha uma magnitude ainda maior porque será transmitido ao vivo no mundo inteiro. Durante a transmissão, a audiência poderá acompanhar os bastidores, a preparação dos pilotos, a entrada nas aeronaves, a decolagem e, finalmente, a grande ação.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.