Mulheres não se consideram mais o “sexo frágil”

Mulheres não se consideram mais o “sexo frágil”

Equipe MegaCurioso

Crédito: Thinkstock

A rotina cheia de responsabilidades das mulheres de hoje impactou de fato o comportamento delas diante da sociedade. Tanto que nem elas e nem os homens acham mais que o sexo feminino é frágil.

A constatação veio de uma pesquisa realizada pelo site de relacionamentos ParPerfeito, que questionou dois mil usuários. Entre os homens, 77% responderam que não existe mais essa história de sexo frágil. E para elas, a opinião é a mesma: 82% afirmaram que eles não podem mais ser considerados o sexo forte.

Em outras perguntas, no entanto, o público masculino se contradisse. Apesar de não acreditar na fragilidade feminina, 44% disseram que elas costumam se fazer de vítimas no trabalho, comportamento que mais os incomodam.

Entre elas, porém, não houve contradição. Quando perguntadas sobre o que mais as incomoda na carreira, 45% delas revelaram que se irritam quando eles menosprezam a sua capacidade e 42% desaprovam quando os homens dão em cima de todas as mulheres da empresa para se afirmar.

Ambos os sexos só concordaram em um aspecto da pesquisa: os dois preferem ter qualidade de vida a conquistar poder e dinheiro. Essa foi a resposta de 77% dos homens e 79% das mulheres.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.