(Fonte da imagem: CrazeBase)

A quem é mais difícil enganar: um computador ou uma pessoa? De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Nova York e da Universidade de Buffalo, ambas nos Estados Unidos, é mais fácil enganar um ser humano do que uma máquina.

Durante os testes, os estudiosos chegaram à conclusão que apenas em 65% das vezes um ser humano percebe se está sendo enganado ou não. Já as máquinas parecem ser um pouco mais espertas, descobrindo quem está mal-intencionado em 82,5% das vezes.