De acordo com a AP, o atual — e superpolêmico — presidente do Irã já sabe o que deseja fazer depois que o seu mandato terminar em agosto: ele se voluntariou para se tornar o primeiro astronauta de seu país a viajar ao espaço. Segundo a publicação, Mahmoud Ahmadinejad se diz preparado para sacrificar a própria vida em nome dos cientistas iranianos. Um verdadeiro mártir espacial.

De qualquer maneira, caso Ahmadinejad realmente acabe indo para o espaço, ele não será o primeiro iraniano a deixar a Terra. Em 2006, a empresária Anousheh Ansari, que se tornou cidadã norte-americana, pagou US$ 20 milhões (cerca de R$ 40 milhões) para viajar a bordo da nave russa Soyuz TMA-9 e fazer uma visitinha à Estação Espacial Internacional.

Outros “iranianos” também foram enviados ao espaço, como um rato, uma tartaruga e algumas minhocas em 2010, além de um pobre macaco que realizou uma viagem — de ida e volta! — bem-sucedida na semana passada. O Irã ainda pretende realizar mais experimentos com animais maiores antes de iniciar o transporte espacial de humanos, e atualmente trabalha na construção de um suposto satélite de monitoramento ambiental, que deve ser lançado em breve.